Em entrevista ao programa Arena, na Sportv, o “Capetinha” falou que gostaria de ter a companhia de seu grande amigo nesse novo desafio no Bahia: “Rapaz, eu gostaria que o Vampeta estivesse comigo. É meu amigo. Um cara que chega no clube e agrega. Ele sabe fazer a união do time.”

Apesar dos elogios ao ex-companheiro da Seleção Brasileira, do Corinthians e do Vitória, Edílson reconheceu a falta de condicionamento de Vampeta: “Infelizmente ele chegou numa situação em que engordou um pouquinho e aí ninguém bota fé nele. Mas eu coloco fé no meu amigo ainda. Se ele quiser, ele consegue ficar fininho e mostrar o belíssimo futebol que tem.”

Fonte: Correio da Bahia (adaptado)

Vale lembrar que além de estar muito rechonchudo, o ex-atleta Vampeta também teria outro empecilho para atuar no Bahia: a desavença com o goleiro Marcelo que terminou virando caso de polícia, há um ano atrás.

Confira a matéria feita pelo Sempre Bahia na época da briga entre os jogadores: http://semprebahia.blogspot.com/2009/01/vampeta-agride-goleiro-marcelo-do-bahia.html

Por Euclides Almeida, do Sempre Bahia.