Por Marcelo Araújo, do Nordestebol.

Jogando com o regulamento debaixo do braço, o Sport empatou com o Náutico por 0 a 0 na Ilha do Retiro e concretizou sua classificação à final do Pernambucano. Apesar de voltar a apresentar algumas deficiências, os rubro-negros conseguiram segurar o ímpeto do rival. Agora, a equipe leonina espera o resultado do jogo da volta entre Santa Cruz e Salgueiro para conhecer o seu adversário na decisão do título.

De olho na ampla vantagem com a qual o Sport chegou para o confronto, o técnico Mazola Júnior mexeu no esquema leonino, armando o time num 3-6-1, reforçando o meio-campo com o volante Naldinho e deixando Jheimy sozinho na frente. Do outro lado, Alexandre Gallo reafirmou sua satisfação com o desempenho do time nos Aflitos, repetindo a mesma proposta para o jogo da volta. E logo aos três minutos, os alvirrubros estiveram muito perto de abrir o placar. Numa bobeira de Moacir, Souza roubou a bola próximo à linha de fundo e cruzou rasteiro, buscando Tiuí na pequena área. Edcarlos precisou se esticar para mandar pela linha de fundo. O Sport respondeu aos oito, com Naldinho recuperando a posse da bola e puxando o contra-ataque. Na sequência do lance, o volante deixou Jheimy em condições de marcar, mas o atacante chutou fraco e parou nas mãos de Gideão.

Continue lendo aqui