Por Maranhão Esportes.

Depois do impasse criado na Justiça comum que impedia o início da série D do Campeonato Brasileiro, a bola finalmente vai rolar na Quarta Divisão. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Rubens Approbato, revogou na quarta-feira a medida que suspendia os jogos. Por conta da decisão, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) manteve a tabela original e remarcou todas as partidas. O único representante do Maranhão na competição, o Sampaio Corrêa, estreia contra o Mixto (MT), hoje, no Estádio Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá, às 16h (horário de Brasília). Amanhã, a primeira rodada continua com mais 19 jogos. Nessa primeira fase da competição, 40 clubes estão divididos em oito grupos. O Tricolor está no grupo A2, que, além do alvinegro do Mato Grosso, conta com Araguaína (TO), Comercial (PI) e Santos (AP).

A equipe do Sampaio defenderá um tabu de nunca ter perdido na estreia dessa competição – foram dois jogos, com um empate e uma vitória. Para o técnico Flávio Araújo, a manutenção deste tabu não é o objetivo da equipe, mas o acesso à Série C. “Se ganharmos todas, excelente. Se ganharmos na estreia, ótimo, mas a nossa meta é subir para a Série C”, disse o treinador, que está invicto desde que assumiu o comando time, há 15 jogos. O Tricolor maranhense repetirá as duas primeiras temporadas na competição e estreará novamente fora de casa. Em 2010, ficou no empate sem gols com o Guarany de Sobral, que seria campeão da competição. Já em 2011, o time maranhense foi ao Pará vencer o São Raimundo por 2 x 1.

Antes do embarque para Cuiabá, o grupo do Sampaio fez um treino, pela manhã, no CT José Carlos Macieira. A escalação para a estreia está confirmada com Rodrigo Ramos, Roniery, Mimica, Carlinho Rech e Deca; Robson Simplício, Arlindo Maracanã, Eloir e Cleitinho; Célio Codó e Edgar. Além dos titulares, seguem na delegação Deivid (goleiro), Wallax (zagueiro), Júnior Chicão e Ricardinho (atacantes), Denilson (lateral), Luiz Maranhão (volante) e Zé Paulo (atacante) ou Kléo (meia) – até o fechamento desta edição, a regularização da situação do atacante Zé Paulo ainda não havia sido realizada na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Mixto

Perereca, Alex, Kal, Cris e Rogerinho; Cleber, Kiko, Julian e Paulinho; Marilia e Furlan

Técnico – Josué Teixeira

Sampaio

Rodrigo Ramos, Roniery, Mimica, Carlinhos Rech e Deca; Arlindo Maracanã, Robson Simplício, Eloir e Cleitinho; Edgar e Célio Codó

Técnico – Flávio Araújo

LOCAL – Estádio Eurico Gaspar Dutra (MT)//HORÁRIO – 16h (horário de Brasília)//ÁRBITRO – Edmar Campos da Encarnação (AM)//AUXILIARES – Jander Rodrigues Lopes (AM) e Marcos Santos Vieira (AM)