Por Blog do Lucas Heckler.

O Criciúma conheceu a 16ª vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. O triunfo aconteceu na tarde deste sábado, dia 22, diante do Ipatinga, na casa do adversário, com o placar de 3 a 2. Os gols do Criciúma ficaram por conta de Marlon, Douglas e Kléber.

Com mais este resultado positivo, os torcedores ficam a cada dia mais ansiosos pelo acesso. O Tigre se manteve na segunda posição, agora com 52 pontos, faltando apenas 12 rodadas. Em 2011, o Sport do Recife subiu com 60 pontos somados.

O Tricolor entrará novamente em campo apenas na próxima sexta-feira, dia 28, em mais um compromisso fora de casa. Às 21 horas, a equipe catarinense encara o CRB, em Maceió. O artilheiro Zé Carlos poderá atuar neste confronto.

Tigre abre vantagem no primeiro tempo

Nos primeiros minutos, as principais chances foram criadas pelo Ipatinga. Aos 14, Bruno Batata conseguiu invadir a área após boa jogada, mas no momento de finalizar, acabou chutando em cima do zagueiro Matheus Ferraz. Aos 25, novamente Bruno Batata. Desta vez, o atacante recebeu próximo da pequena área e chutou contra o gol para a defesa do goleiro Michel Alves.

Aos 34 minutos, o garoto Lucca deu passe açucarado para Douglas, que sofreu falta em cima da linha da grande área. Não foi pênalti, mas o lateral Marlon não se preocupou. Na cobrança de falta, com perfeição, o atleta colocou no ângulo direito do goleiro adversário, que chegou a se esticar na busca da bola, mas não obteve êxito: 1×0 Criciúma.

No primeiro lance de ataque do time da casa após o gol do Criciúma, a bola bateu na mão do zagueiro Matheus Ferraz. O árbitro Wagner Reway não assinalou o pênalti, para a reclamação dos jogadores do time local.

Já nos acréscimos da etapa inicial, Douglas marcou seu primeiro gol com a camisa do Criciúma. A jogada iniciou em contra-ataque criado por Válber, que passou para Lucca, que estava entrando na área, e o meia-atacante levantou para Douglas, que finalizou de cabeça: 2×0 Criciúma. 

Tigre amplia nos primeiros minutos e sofre no fim

Como no primeiro tempo, a primeira grande chance da etapa foi criada pelos mandantes. Aos oito minutos, após vacilo de Fransérgio no meio-de-campo, Jonatan, de canhota, chutou, e a bola raspou o travessão.

Dois minutos mais tarde, Kléber ampliou a contagem. Após tabela com Douglas, que passou de calcanhar, Kléber, tranquilo na cara do gol, tirou a bola do goleiro para marcar o terceiro dos criciumenses: 3×0 Criciúma. O Ipatinga descontou aos 15 minutos, através de Márcio Diogo: 3×1 Criciúma.

Aos 23, Lucca teve a chance de abrir goleada, mas pegou mal na bola. Três minutos depois, Itaqui, dentro da área, coloca a mão na bola, e o árbitro não teve outra opção, a não ser marcar pênalti e amarelar o volante tricolor. Na chance de descontar com o pênalti, Márcio Diogo acertou a trave, desperdiçando a oportunidade. Aos 32, Lucca perdeu mais um grande chance, ao demorar para finalizar.

Aos 42, Anderson Uchoa chuta uma bomba de longe, a bola engana o goleiro Michel Alves e Ipatinga se aproxima do empate: 3×2 Criciúma. Aos 44, Léo quase empata. Nos acréscimos, o Tigre conseguiu segurar a vitória.

“Tivemos a oportunidade de matar o jogo, com Kléber e Válber. Mas Série B é isso mesmo”, comentou Douglas à Rádio Difusora. 

Ficha Técnica

Ipatinga 2×3 Criciúma

Campeonato Brasileiro – Série B – 2012

27ª Rodada/2º Turno 

Local: João Lamego Netto (Ipatingão), em Ipatinga/MG.

Data: 22 de Setembro de 2012 (Sábado).

Horário: 16 horas (de Brasília).

Árbitro: Wagner Reway.

Auxiliares: Vanderson Zanotti e Ramires Santos Candido.

Cartões Amarelos: Diego Oliveira, Fransérgio, Itaqui e Lucca (Criciúma);Tiago Alencar (Ipatinga).

Cartão Vermelho: não houve

Gols: Marlon, aos 35’/1º, Douglas, aos 46/1º e Kléber, aos 10’/2º (Criciúma); Márcio Diogo, aos 15’/2º e Anderson Uchoa, aos 42’/2º (Ipatinga). 

Escalações

Ipatinga: Helton; Gedeílson, Tiago Alencar, Max e João Vitor (Léo); Anderson Uchoa, Vinícius Kiss (Edson), Max Carrasco e Bruninho; Bruno Batata (Jonatan) e Márcio Diogo. Técnico: Eugênio de Souza.

Criciúma: Michel Alves; Eric, Matheus Ferraz, Ozéia e Marlon; Diego Oliveira, Fransérgio (Itaqui), Kléber e Valber (Giovanni Augusto); Lucca e Douglas (Lins). Técnico: Paulo Comelli.