WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Dado Cavalcanti

Posts Tagged ‘Dado Cavalcanti’

Dado Cavalcanti não continuará no Paraná

terça-feira, novembro 26th, 2013

Por Blog do Ademar.

Dado Cavalcanti está livre no mercado do futebol e pronto para assumir outro time para a temporada de 2014. O treinador, que no primeiro semestre fez brilhante trabalho no Mogi Mirim, terceiro colocado no Paulistão, não continuará no Paraná após a última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (30/11).

Nesta segunda-feira (25), Dado Cavalcanti, que esteve próximo de lavar o Paraná à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, explicou a sua decisão de mudar de ares.

“Fico muito agradecido pelo apoio de todos, da diretoria, dos jogadores, da torcida, e pela confiança no meu trabalho. Mas entendo que minha participação foi cumprida. Penso que cumpri uma etapa do trabalho e acredito que esse seja o momento ideal de cada um seguir seu caminho. Conforme o combinado vou cumprir o contrato até o término da competição com muito profissionalismo como fiz durante toda minha permanência, mesmo quando recebi propostas de outros clubes. Acreditei no planejamento do Paraná e honrei minha palavra. Após essa decisão de não ficar vou buscar outros desafios na carreira para a temporada de 2014″, afirmou Dado Cavalcanti.

A despedida do treinador no comando do Paraná será no sábado, às 16h20, contra o Icasa, que ainda sonha com o acesso, na Vila Capanema, em Curitiba.

Com 32 anos, Dado Cavalcanti já conquistou cinco títulos em sete anos de carreira.

Perfil Dado Cavalcanti
Data Nascimento: 15 de janeiro de 1982 – Arcoverde – PE

Clubes que treinou:
2006-2008: Ulbra
2008: Brazsat
2009-2010: Santa Cruz
2011: Central
2011: Icasa
2012: Ypiranga
2012: Luverdense
2013: Mogi Mirim
2013: Paraná Clube

Títulos:
2006: Campeão Rondoniense – Ulbra
2007: Campeão Rondoniense – Ulbra
2008: Campeão da 3ª Divisão do Campeonato Brasiliense – Brazsat
2009: Campeão Copa Pernambuco – Santa Cruz
2012: Campeão Matogrossense – Luverdense

Tíutlos Individuais:
2010: Melhor técnico Campeonato Pernambucano
2013: Melhor técnico Campeonato Paulista

Bruno Rangel garante empate para a Chape

domingo, agosto 18th, 2013

Por Espaço do Verdão.

O Paraná abriu dois gols de diferença, mas a Chapecoense reagiu. Jogando no seu estádio, o Índio Condá, onde não é derrotado há nove meses, o time catarinense saiu perdendo pela primeira vez na Série B, mas o seu artilheiro apareceu e salvou o vice-líder da competição de perder a invencibilidade como mandante. Em partida válida pela 16ª rodada, Reinaldo abriu o placar para o Paraná, em cobrança de pênalti no primeiro tempo, enquanto que Paulo Sérgio ampliou na etapa complementar. No entanto, Bruno Rangel marcou duas vezes nos minutos finais da partida, aos 39 e 42, e garantiu o empate em Chapecó: 2 a 2.

Com as duas equipes no G-4 da competição e com dois técnicos em ascensão no cenário nacional, o jogo prometia. No duelo à parte, Dado Cavalcanti parecia levar a melhor, com alterações que resultaram em gol, mas Gilmar Dal Pozzo contou com a maioria dos 7.698 torcedores no estádio e seu camisa 9 para manter-se na segunda posição na tabela, agora com 33 pontos e dois jogos a menos que o líder Palmeiras. Já o time paranaense segue na quarta colocação, com 27 pontos.

Chapecoense busca empate no fim com dois de Bruno Rangel (Foto: Junior Matiello / Futura Press)

Na próxima rodada, a 17ª, ambas as equipes voltam a campo no próximo sábado, também às 16h20. A Chapecoense vai até Bragança Paulista enfrentar o Bragantino, no Nabi Abi Chedid, enquanto o Paraná recebe o Sport, no Durival de Britto, em mais um confronto direto pelo G-4 da Série B. Antes porém, a Chape volta a na terça-feira para enfrentar o América-MG, no Índio Condá, em partida adiada da 9ª rodada.

Chape sai atrás pela primeira vezReinaldo marca de pênalti

Assim como nas outras seis partidas realizadas no Índio Condá, a Chapecoense pressionou desde o início. Logo nos cinco primeiros minutos, o time da casa conseguiu três escanteios. Mas aos nove, tudo mudou. Em uma das primeiras investidas da equipe paranista ao ataque, Moacir foi derrubado pelo volante Augusto em tentativa precipitada de bote e o árbitro Francisco de Paula dos Santos Silva Neto não hesitou em apontar para a marca da cal. Reinado, preciso, bateu no lado oposto do goleiro Nivaldo e comemorou o seu terceiro gol na Série B.

A Chape sentiu o golpe, já que pela primeira vez no campeonato saía perdendo como mandante. O ímpeto ofensivo ficou prejudicado pela parte emocional. Não que faltasse a vontade, mas sim organização. O time errava muitos passes, principalmente nas saídas de bola, o que proporcionava contragolpes perigosos para a agremiação visitante. Entre os 20 e 30 minutos, ainda da etapa inicial, Reinaldo e Ricardo Conceição tiveram chances reais para ampliar o marcador, cara a cara com o goleiro Nivaldo, mas falharam nas finalizações, ambas rasteiras e cruzadas, que passaram ao lado da meta.

A equipe alviverde só voltou a levar algum perigo à meta do goleiro Luis Carlos, aos 32, com o artilheiro da competição nacional. Bruno Rangel ganhou do marcador no jogo de corpo e arriscou de longe. A bola passou perto da trave direita e devolveu o moral para o time catarinense. Além de um chute forte de Augusto, dentro da área do Paraná, nada mais importante aconteceu até o fim da primeira etapa.

Paraná amplia, mas Chape reage com Bruno Rangel

O segundo tempo começou com mudanças. No Paraná, Felipe Amorim deu lugar a Paulinho Oliveira. Já na Chapecoense, Dal Pozzo lançou Soares na vaga de Augusto. A equipe passou a atuar com três atacantes na busca do empate. No entanto, as mudanças não surtiram muito efeito e poucas oportunidades claras de gol foram criadas por ambos os times.

Outras substituições foram feitas, e uma delas quase definiu a partida. Paulo Sérgio entrou no lugar de Reinado, e ampliou aos 30, com muita tranquilidade, após ficar cara a cara com o goleiro Nivaldo. Quando o resultado da partida já parecia definido, o artilheiro da Série B, Bruno Rangel, que vinha tendo uma atuação apagada, resolveu aparecer. Com bastante oportunismo, ele estufou a rede adversária duas vezes, aos 39 e aos 42. Além de chegar ao seu décimo sétimo gol na competição, Bruno Rangel garantiu um ponto precioso para a Chapecoense na luta pelo G-4 e ainda manteve a invencibilidade do clube no Índio Condá.

Dado Cavalcanti promete colocar Paraná no G-4 da Série B

sábado, julho 27th, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Série B: Azulão segue invicto e sem vencer

terça-feira, maio 28th, 2013

Por Blog do Ademar.

Os times comandados pelo técnico Marcelo Veiga sofrem poucos gols. Mas também marcam poucos gols. Foi assim no Bragantino. No Botafogo, de Ribeirão Preto. E agora no São Caetano. Nesta quarta-feira (28/5) à tarde, na abertura da segunda rodada da Série B do Bragantino, o Azulão do Grande ABC, que na estreia havia empatado sem gols diante do Ceará, em casa, arrancou outro empate por 0 a 0 agora diante do Paraná, na cidade de Curitiba.

As duas equipes seguem invictas na competição. Enquanto o Paraná, do técnico Dado Cavalcanti, ex-Mogi Mirim, pulou para quatro pontos e assumiu provisoriamente a liderança da Série B, pois havia vencido na primeira rodada, o São Caetano tem dois pontos em duas rodadas.

Paraná  0 x 0 São Caetano

Estádio da Vila Olímpica, em Curitiba (PR)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Jose Roberto Larroyd e Josue Gilberto Lamim, trio de Santa Catarina
Renda: R$ 26.420,00
Público: 1.635 pagantes

Paraná
Luis Carlos; Roniery, Anderson, Brinner e Paulinho (Fernando Gabriel); Cambará, Ricardo Conceição, Lúcio Flávio, Rubinho (Carlinhos) e Ronaldo Mendes (Léo); Morales
Técnico: Dado Cavalcanti

São Caetano
Rafael Santos; Douglas Grolli, Luiz Eduardo e Leandro Carvalho; Samuel Xavier, Dudu (Moradei), Wagner Carioca (Pirão), Danilo Bueno e Diego (Renato); Danielzinho e Geovane
Técnico: Marcelo Veiga

A rodada prossegue hoje com:
19h30

Avaí x Guaratinguetá
Ceará x Paysandu
América-RN x Icasa
Sport x ABC-RN

21h50

ASA-AL x Palmeiras
América-MG x Figueirense
Chapecoense x Oeste
Atlético-GO x Joinville
Bragantino x Boa Esporte-MG

Classificação

1º Paraná – 4 pontos
2º Chapecoense – 3 pontos
Joinville – 3
Figueirense – 3
Icasa – 3
Guaratinguetá – 3
Palmeiras – 3
8º São Caetano – 2 pontos
9º ASA-AL – 1 ponto
Avaí – 1
Oeste – 1
Paysandu – 1
Ceará – 1
14º América-RN – 0
Sport – 0
América-MG – 0
Atlético-GO – 0
ABC-RN – 0
Boa Esporte-MG – 0
Bragantino – 0

Globo Esporte: Dado Cavalcanti é o novo técnico do Ypiranga-PE

terça-feira, novembro 1st, 2011

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


eXTReMe Tracker