WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Guaratinguetá

Posts Tagged ‘Guaratinguetá’

Série B – quem luta contra o rebaixamento

quinta-feira, novembro 21st, 2013

Por Blog do Loredo.

Equipes que lutam diretamente contra o rebaixamento:
CAMPEONATO BRASILEIRO 2013 – SÉRIE B
EQUIPES
PG
JG
V
E
D
GP
GC
SG
AP%
12
AMÉRICA-RN
45
36
11
12
13
44
52
-8
41,7%
13
OESTE-SP
45
36
11
12
13
40
52
-12
41,7%
14
BRAGANTINO-SP
43
36
12
7
18
35
42
-7
39,8%
15
ABC-RN
42
36
12
6
18
44
58
-14
38,9%
16
GUARATINGUETÁ-SP
41
36
11
8
17
39
48
-9
38,0%
17
PAYSANDU-PA
39
36
10
9
17
40
55
-15
36,1%
18
ATLÉTICO-GO
38
36
10
8
18
36
49
-13
35,2%
19
SÃO CAETANO-SP
35
36
9
8
19
43
56
-13
32,4%

O que cada um precisa fazer nestas últimas duas rodadas:

América-RN: precisa de um ponto. Adversários: São Caetano (f), Oeste (c).
Oeste-SP: precisa de um ponto. Adversários: Atlético-GO (c), América-RN (f).
Bragantino: precisa de dois pontos. Adversários: Paysandu (f), Figueirense (c).

Times que lutam contra o rebaixamento (Arte: Sílvio Loredo)

ABC-RN: precisa de três pontos. Adversários: Avaí (c), América-MG (f).

Guaratinguetá-SP: precisa de quatro pontos. Adversários: Paraná (c), Atlético-GO (f).
Paysandu-PA: precisa de seis pontos e depende que Bragantino, ABC-RN ou Guaratinguetá não ultrapassem a 45 pontos. Adversários: Bragantino (c), Sport (f).
Atlético-GO: precisa de seis pontos e ainda depende de ao menos dois times entre Bragantino, ABC-RN, Guaratinguetá e Paysandu não ultrapassem a marca de 44 pontos. Adversários: Oeste-SP (f) e Guaratinguetá-SP (c).

São Caetano: precisa de seis pontos e ainda depende que Atlético-GO, Paysandu-PA e Guaratinguetá-SP não ultrapassem os 42 pontos. Adversários: América-RN (c), ASA-AL (f).

Série B tem 29 trocas de técnico em 28 rodadas

quarta-feira, outubro 9th, 2013

Por Blog do Ademar.

Não é à toa que o Guaratinguetá ficou várias rodadas na zona do rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro e continua em situação delicada na tabela de classificação após a derrota por 3 a 2 para o Icasa, em Juazeiro do Norte, pela 27ª rodada. A Garça do Vale do Paraíba tem 32 pontos e ocupa a 14ª colocação, com cinco pontos a mais que o São Caetano, o 17º e na zona da degola.

Nesta segunda-feira (7/10), o Guaratinguetá trocou mais uma vez de treinador. Alegando motivo de ordem pessoal, o técnico Leandro Campos pediu demissão e deixou o clube. Foi o terceiro ao longo da Série B.

O Guaratinguetá iniciou a Série B sob o comando de Carlos Octávio, funcionário e quebra galho eterno do clube. A equipe ficou muito tempo na zona do rebaixamento e sua campanha seguiu aos trancos e barrancos.

Em busca da volta por cima, Carlos Octávio outra vez assumiu funções internas no clube e o técnico Toninho Cecílio, com várias passagens pelo Guaratinguetá, assumiu o comando da equipe. Por pouco tempo. Ele entrou em rota de colisão com a diretoria e acabou demitido.

A diretoria do Guaratinguetá correu atrás de uma solução rápida e contratou Leandro Campos. Mas ele também ficou no cargo por pouco tempo. E pediu demissão inesperada.

SÉRIE B

1) BRAGANTINO – Mazola Júnior foi demitido e chegou Benazzi

2) PAYSANDU – Lecheva foi demitido e chegou Givanildo Oliveira

3) CEARÁ – Leandro Campos foi demitido. Sérgio Guedes foi contratado

4) ICASA – Francisco Diá pediu demissão. Sidney Moraes foi contratado

5) ABC – Paulo Porto foi demitido e chegou Waldemar Lemos

6) AVAÍ – Ricardinho foi demitido e chegou Hemerson Maria

7) ATLÉTICO-GO – Waldemar Lemos foi demitido e chegou Renê Simões

8) ASA – Ricardo Silva foi demitido e chegou Leandro Campos

9) OESTE – Roberto Cavalo deixou o clube. Edison Só foi contratado

10) AMÉRICA-RN – Roberto Fernandes foi demitido. Argel foi contratado

11) JOINVILLE – Arturzinho foi demitido.Ricardo Drubscky chegou

12) PAYSANDU – Givanildo foi demitido e chegou Arturzinho

13) VILA NOVA-GO – Renê Simões foi demitido e chegou PC Gusmão

14) ABC – Waldemar Lemor foi demitido e chegou Roberto Fernandes

15) SÃO CAETANO – Marcelo Veiga é demitido. Sérgio Guedes foi contratado

16) CEARÁ – Sérgio Guedes pediu demissão e chegou Sérgio Soares

17) FIGUEIRENSE – Adilson Batista foi demitido. Vinícius Eutrópio foi contratado

18) OESTE – Edison Só foi demitido. Ivan Baitello foi contratado

19) GUARATINGUETÁ – Carlos Octávio deixou o cargo e chegou Toninho Cecílio

20) AMÉRICA-RN – Argel foi demitido e chegou Pintado

21) AMÉRICA-MG – Paulo Comelli foi demitido e chegou Silas

22) SPORT – Marcelo Martellotti foi demitido e Geninho foi contratado

23) ASA – Leandro Campos pediu demissão. Ricardo Silva foi contratado

24) BRAGANTINO – Benazi foi demitido. Marcelo Veiga foi contratado

25) PAYSANDU – Arturzinho foi demitido. Benazi foi contratado

26) GUARATINGUETÁ – Toninho Cecílio foi demitido. Leandro Campos foi contratado

27) ASA – Ricardo Silva pediu demissão e chegou Heron Ferreira

28) AMÉRICA-RN – Pintado pediu demissão

29) GUARATINGUETÁ – Leandro Campos pediu demissão.

Renato Peixe reforça Guaratinguetá contra América-RN

sábado, setembro 21st, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Veja os resultados da 22ª rodada da Série B

domingo, setembro 15th, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Veja como está a classificação da Série B 2013 aqui

22ª RODADA

Sexta-Feira 13/09/2013

19:30h – ASA 0 x 1 Joinville

19:30h – Paraná 1 x 2 Oeste

19:30h – Atlético-GO 3 x 1 Boa Esporte

19:30h – Chapecoense 6 x 2 São Caetano

Sábado 14/09/2013

16:20h – América-MG 1 x 1 Palmeiras

16:20h – Avaí 3 x 1 Icasa

16:20h – Ceará 4 x 0 ABC

16:20h – Sport 1 x 0 Figueirense

21:00h – América-RN 3 x 0 Paysandu

21:00h – Guaratinguetá 1 x 0 Bragantino

23ª RODADA

Terça-feira 17/09/2013

19:30h – Chapecoense x Figueirense

19:30h – Ceará x Oeste

19:30h – Atlético-GO  x São Caetano

19:30h – Sport x Guaratinguetá

19:30h – América-MG  x Icasa

21:50h – ASA x Boa Esporte Clube

21:50h – Avaí x Palmeiras

21:50h – América-RN x Joinville

21:50h – Paraná Clube x Paysandu

21:50h – Bragantino x ABC

Guaratinguetá desafia Ceará em Fortaleza

terça-feira, agosto 20th, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Jogo entre Chapecoense x Guará é adiado

sábado, agosto 10th, 2013

Por Blog do Ademar.

A partida entre Chapecoense e Guaratinguetá, válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B foi adiada. O jogo será no domingo (11/8), às 16 horas, no estádio Índio Condá, em Chapecó. O jogo aconteceria neste sábado (9/8), às 16h20, mas devido ao atraso na saída do voo do time do Vale do Paraíba o confronto foi transferido.

O Guaratinguetá não terá o goleiro titular Saulo, suspenso, diante da Chapecoense. O técnico Carlos Octávio escolheu Everson, de 23 anos, para ser o substituto.

“Estou pronto. Venho trabalhando e esperando por essa oportunidade. É claro que não foi da forma que eu queria, com o Saulo tomando cartão, mas estou trabalhando desde que cheguei ao Guará”, explicou. “Desde que cheguei só tive um jogo fácil, contra o Rio Claro, no Paulista da Segunda Divisão. O restante só teve jogos difíceis, como Portuguesa, América-MG, Criciúma, Ipatinga”, disse Everson.

Como todo jogador, o goleiro também precisa de ritmo de jogo, obstáculo que o goleiro espera superar.

“Treino é treino e jogo é jogo. A gente fica um pouco acanhado nas bolas áreas. Mas treinamos todos os dias. Participo de coletivo, treinos de finalizações e posso ter um pouco de dificuldade em uma bola ou outra, mas tento adquirir esse ritmo no dia-a-dia”, ressaltou.

Everson chegou ao Guaratinguetá em 2010, com isso já atuou com boa parte do elenco em outras competições, além de já conhecer bem o jeito de trabalho de Carlos Octávio.

“Conheço os meus zagueiros e eles conhecem as minhas características que é um pouco diferente da do Saulo. Eu sei como eles jogam e eles também sabem o meu jeito. Sou um goleiro mais arrojado. Sei que será um jogo difícil, mas espero não ter problemas”, concluiu.

Chapecoense vence Avaí e volta à liderança

domingo, julho 28th, 2013

Por Anderson Soccol, do Espaço do Verdão.

No confronto entre times de Santa Catarina, time verde aplica 3 a 1 sem ter muito trabalho e aproveita escorregada do Palmeiras para voltar à ponta

Na mesma pegada desde a arrancada no início da Série B, a Chapecoense derrubou mais um rival que cruzou seu caminho. Na tarde deste sábado, o time verde derrubou um conterrâneo para retomar a primeira colocação – mesmo com um jogo a menos e beneficiado pelo empate do Palmeiras. No jogo entre catarinenses, bateu o Avaí por 3 a 1, para a felicidade da maioria dos 4.345 presentes na Arena Condá, pela décima rodada da competição. O time azurra segue o martírio e não sai da zona de rebaixamento da competição.

Torcida vibra com vitória e volta à liderança (Reprodução)

A ‘Chapequente’ esquentou depois dos 20 minutos iniciais em que o jogo se concentrou no meio de campo. Dona do mando, viraria também dona da partida com o avanço que colocou o Avaí atrás. Assim abriu o placar, com Dão. Como se contenta em jogar no contragolpe, fez uso dele para marcar o segundo, com Athos. O Avaí da primeira etapa era o Leão de até agora na Série B: não se encontrava. Nos 45 minutos finais, mesmo com as alterações azurras e até gol de desconto, o jogo estava resolvido. A Chape manteve a partida sob seu controle. Tanto que o goleador da Série B Bruno Rangel assinou seu 11º gol na competição.

Guaratinguetá permitiu à Chapecoense, com um jogo a menos, retomar a liderança. A equipe de Gilmar Dal Pozzo pode tentar ampliar a distância para os paulistas na próxima terça, quando encara o Ceará, no Castelão, às 19h30m. Na mesma data e horário, o Avaí tentará ter mais que os nove pontos que o faz estar na zona de rebaixamento. De volta à Ressacada, os azurras encaram o Atlético-GO.

Fatal e letal

Com ares de clássico estadual, havia enorme expectativa para que a bola rolasse. Afinal, há 45 dias a Chapecoense havia feito a última partida diante de seu torcedor. Mesmo período em que ficou fora o meia avaiano Marquinhos. Mas foi Braulio da Silva Machado apitar o início para que o confronto ficasse amarrado no meio de campo e recheado de faltas. De volta ao esquadrão azurra, Marquinhos arriscou colocar o esperado fogo na partida. Bateu escanteio fechado, aos 20, e o goleiro Nivaldo foi bem. Botou a mão na bola porque ia entrar. Não foi gol, mas parece ter sido diante do recuo dos visitantes. Os donos da casa começaram a empurrar o Avaí para seu campo de defesa.

Aos 26, a atitude azurra não foi tão ruim porque o zagueiro Leandro Silva estava em cima da linha para botar a cabeça na bola e evitar que o arremate de Paulinho Dias fosse transformado em abertura de placar. Dois minutos depois o recuo azurra seria punido com uma testada fatal. Enquanto a cobrança de escanteio Paulinho Dias ia ao miolo da área, o zagueiro Dão voava na direção da bola. O encontro ocorreu no sexto andar, tão alto o salto. Da bola com as redes aconteceu depois de quicar no chão e passar por Diego: 1 a 0 Chape. A pressão funcionou e os donos da casa estavam na frente.

A Chapecoense queria mais. Como Athos quis que o tiro cruzado, aos 33, não tivesse a palma da mão direita de Diego pelo caminho ou a zaga para mandar pra longe o rebote. Márcio Diogo e Tauã faziam figuração no ataque do Avaí. Quem produzia algo mais substancial aos azuis era Marquinhos com a sua bola parada. Como a batida de falta no canto que fez Nivaldo mandar para escanteio, aos 42. A melhor tentativa também seria um duro golpe nos azurras no minuto seguinte. É que a afastada da defesa foi transformada em contragolpe letal. Anderson Pico recebeu no campo de ataque e tocou para Athos do outro lado. Se era preciso habilidade para colocar dentro do gol, o meia mostrou que a tem. Com a parte de dentro do pé direito, botou a bola no chão. Com a de fora chutou e fez a pelota ir no cantinho de Diego, que ficou parado onde estava, vendo a bola entrar: 2 a 0.

Rangel não passa em branco e marca o terceiro
da Chape (Foto: Sirli Freitas/Agência RBS)

Assinatura do goleador

Na expectativa de ver o Avaí produzindo melhor, o técnico Hemerson Maria fez duas alterações no recomeço da partida. Entraram o meia Luciano e o atacante Reis nas vagas do volante Alê e do inoperante Tauã, respectivamente. De imediato, o treinador azurra viu da área técnica seu time trocando mais passes, mas finalizando pouco. Muito mais fruto da necessidade de reverter o placar e a condição na tabela do que das alterações. Tanto que o terceiro gol verde estava prestes a acontecer.

Poderia ter sido de Fabinho Alves, aos 18, quando deu uma meia lua em Leandro Silva e soltou o chute forte e cruzado que o goleiro Diego evitou que entrasse. Mas o terceiro da tarde teve a marca do goleador da Série B. Depois do escanteio gerado, Wanderson foi no fundo e mandou rasteirinho no segundo pau. Bruno Rangel estava onde precisava estar. Só cutucou para o gol escancarado. O treinador azurra tentou a última cartada: saiu Marquinhos e entrou Diego Jardel. Mas foi a substituição processada anteriormente que minimizou o estrago. Luciano recebeu no lado esquerdo do ataque e mandou o míssil cruzado que estourou no fundo da rede Nivaldo. O Avaí diminuiu, mas não seria suficiente.

O gol de desconto virou puxão de orelha. A Chapecoense retomou a marcação rente ao rival e o Avaí não conseguiu fazer mais do que um gol. Embora Luciano tenha passado perto já nos acréscimos. Ainda que entrasse, não minimizaria o estrago ou dava fim aos sete jogos sem vencer. A Chape retomou também a liderança com o 3 a 1 sem muitos apupos.

Guaratinguetá pronto para pegar o Palmeiras

sábado, julho 27th, 2013

Por Blog do Ademar.

O técnico Carlos Octávio comandou na manhã desta sexta-feira (26/7), no Centro de Treinamento do Guaratinguetá, na cidade de Potim, o último treino antes da partida diante do Palmeiras. O jogo está marcado para sábado (27), às 16h20, no estádio Dario Rodrigues Leite, na cidade de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, válido pela Série B d Campeonato Brasileiro.

Apesar da semana chuvosa, o comandante da Garça avaliou como positiva as atividades dos últimos dias.

“Foi uma semana atípica devido às chuvas. O campo estava pesado, mas isso acontece e temos que nos adaptar. Estamos preparados para mais um jogo difícil. Não tem motivação melhor do que jogar contra uma grande equipe. Não fizemos nada de especial, apenas demos sequência no trabalho e nos preparamos”, disse Octávio.

Carlos Octávio, treinador do Guará: equipe preparada para enfrentar o Palmeiras (Foto: Guaratinguetá)

Em busca da terceira vitória consecutiva (Icasa e São Caetano), o Guará está confiante que irá fazer um bom jogo neste sábado.

“A vitória sempre nos dá uma confiança a mais até para tentar uma jogada e isso a gente vem notando nos treinos. Toda partida você passa por momentos difíceis, mas estamos preparados”, falou.

Para esse confronto, o treinador irá poder contar com quase todos os atletas. Wendel será o único desfalque devido à expulsão na última rodada diante do São Caetano.

“Estão quase todos à disposição. Vamos com uma equipe bem montada para enfrentar o adversário. No último jogo tivemos que colocar o Pedro Paulo e o Leandro. São jogadores que estão preparados para entrar no lugar do Wendel e  participar da partida”, analisou.

Octávio revelou que já teve uma primeira conversa com o grupo e já passou os pontos que devem ser neutralizados na partida.

“Vamos enfrentar uma equipe que tem padrão de jogo. Eles vêm de uma remontagem e com uma sequência de vitórias. Usam muita velocidade para jogar, ataca com vários jogadores. Quando estão se defendendo voltam todos até o meio de campo. Temos que estar preparados para a postura ofensiva deles e não dar espaço. Quando formos atacar temos que ter personalidade”, concluiu.

Questionado sobre a postura que a Graça terá em campo, o técnico disse que a equipe deve estudar a partida nos primeiros minutos.

“Vamos sentir e observar. Tem momentos que você vai ter que marcar no campo deles e dificultar a saída de bola para provocar o erro do adversário. Sabemos que não há condições de fazer isso os 90 minutos, pois temos que esperar eles saírem para o jogo para puxarmos o contra-ataque”, finalizou Octávio.

O time da Terra de Frei Galvão está na 13ª colocação com 10 pontos. O Palmeiras é o líder.

Guará já vendeu 2,5 mil ingressos para jogo contra Palmeiras

segunda-feira, julho 22nd, 2013

Por Blog do Ademar.

A diretoria do Guaratinguetá divulgou um balanço da venda dos ingressos para o jogo contra o Palmeiras, marcado para o próximo sábado (27/7), às 16h20, no estádio Dario Rodrigues Leite, na cidade de Guaratinguetá, válido pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os bilhetes começaram a ser vendidos no dia 1º de julho e após 20 dias, dos 10 mil ingressos disponíveis, 2,5 mil entradas já foram adquiridas pelos torcedores.

De acordo com a demanda, a diretoria do Guaratinguetá pedirá nova carga de ingressos até o final da semana. Lembrando que a capacidade máxima do Ninho da Garça é de 15 mil e 600 pessoas.

Alex Afonso, que jogou no Palmeiras, treina no Guaratinguetá

Já os torcedores do Palmeiras devem se apressar, pois os assentos disponíveis para a torcida do Verdão já estão acabando. A entrada para esse setor está disponível apenas na bilheteria do estádio.

Interessados em assistir ao jogo ainda podem comprar o bilhete a partir de segunda-feira (22), na bilheteria do estádio Dario Rodrigues Leite, que irá funcionar até sexta-feira (26), das 9 às 18 horas.

Já no dia da partida, sábado, se ainda restarem ingressos, as vendas serão das 9 horas até o início do segundo tempo.

As entradas também estão disponíveis no Dip Auto Posto, localizado na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, nº 870, em Guaratinguetá. Na Farmácia João Pessoa, que fica na Avenida João Pessoa, 1767, Bairro do Pedregulho, Guaratinguetá. No Chico Estacionamento, na Rua João de Castro Coelho, 170, Centro de Guaratinguetá.

Além do Spani Atacadista que fica na estrada Paulo Virgílio, 111, Guaratinguetá.

A arquibancada (inclusive visitante) custa R$ 40,00 e R$20,00 a meia entrada. Já o setor coberto está R$ 80,00 a inteira e R$ 40,00 a meia.

A meia-entrada pode ser comprada por estudantes, professores da rede pública estadual e das redes municipais de ensino, aposentados e idosos (60 anos). Apenas crianças de colo, não pagam ingresso.

Guaratinguetá já vendeu 2,5 mil ingressos para jogo contra Palmeiras

segunda-feira, julho 22nd, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


eXTReMe Tracker