WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Guto (ABC)

Posts Tagged ‘Guto (ABC)’

Finalmente! ABC vence a primeira na Série B

domingo, julho 28th, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Em jogo movimentado o ABC venceu o Paysandu por 3 a 0, com gols de Guto, Pingo e Bileu. O ABC permanece na lanterna, a quatro pontos da linha d’água.

É difícil comentar um jogo como este, jogo em que o mais importante foi o resultado. Um jogo em que todos os torcedores foram para suas residências satisfeitos com o resultado. Vou tentar não fazer inimigos e começar pelo que dá certo.

A alegria do ABC com a primeira vitória na Série B 2013

Bileu e Edson vem se consolidando como os volantes principais desta equipe. Bileu é o volante do passe mais longo, até certo ponto exageradamente longo, e Edson é o volante da força física. É sem duvida o ponto de equilíbrio da defesa Alvinegra que começa a se acertar. No jogo de hoje tiveram papel importantíssimo, tiveram que anular dois bons adversários, Eduardo Ramos e Iarley.

O lateral esquerdo Guto vem se fixando na posição. Não é uma Brastemp, mas à medida que os jogos passam, o lado esquerdo aparece mais e melhor ofensivamente, defensivamente já começa a passar segurança ao time. É um avanço.

Lino, Boaventura e Renato são regulares, vão sempre bem. Apenas Renato é que tem seu futebol vinculado a qualidade de seus adversários. Para registro, Rafael hoje foi muito seguro.

Agora é que são elas.

A correria excessiva em momentos do jogo. Cadê a cabeça pensante? No primeiro tempo o ABC faz 1 a 0 e o time recua, passa a usar os estirões da defesa para o ataque. O Paysandu passa um bom tempo babando e quase empatou. Tony hoje não esteve bem, mas quando está, apenas consegue fazer a bola girar, sem profundidade.

Diogo Barcelos e Erick Flores não distribuem o jogo, mesmo que teoricamente eles sejam meio campo (a imprensa adora dizer isso). Como eu já disse anteriormente, eles atuam muito mais como atacantes de lado, tentando acionar Vanderley que é outro “beiradista”. Resultado, chances, chances e chances, sem gols. É um drama.

Alguém procurando uma “doze” para me dar um tiro diz – Ei, mas o jogo foi 3 a 0!!!!

Exatamente, no primeiro lance uma triangulação pelo meio lança Bileu por trás da zaga que cruza, a bola bate em todo mundo e sobra para Guto chutar de fora da área. No segundo gol Renato recebe lançamento na linha de fundo, cruza no pé de Leandro Santos, que conseguiu fazer uma tabelinha canela com canela, espirrando a bola para Pingo marcar depois de outro “sassarico canelístico”. No terceiro, Bileu quebrou a banca de apostas ao marcar um golaço, carregando pela esquerda, tirou dois da jogada e chutou no cantinho do adversário. O ataque mandou lembrança.

O ABC melhorou, mas é um time descompensado sem ter quem empurre a bola para as redes.

Já na próxima terça, o Alvinegro vai a São Caetano do Sul enfrentar o Azulão. O jogo começará as 21:50hs.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.

Público: 2.437 pagantes.

Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE).

Assistente 1: Francisco Rudson Rocha Aquino (CE).

Assistente 2: Anderson Silveira Ribeiro (CE).

4º Arbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).

ABC(3): Rafael Robalo, Renato, Boaventura, Lino e Guto(1); Bileu(1), Edson, Diogo Barcelos(1) (Pingo) e Tony (Leandro Santos); Erick Flores e Wanderlei(Alvinho). Técnico: Waldemar Lemos.

Paysandu(0): Marcelo, Yago Pikachu, Fábio Sanches, Raul e Alex Gaibú; Ricardo Capanema (Vanderson), Zé Antônio, Jean (Marcelo Nicácio) e Eduardo Ramos; Careca e Iarley. Técnico: Givanildo Oliveira.

O ABC de 2013 e o Milan de Carlo Ancelotti

segunda-feira, junho 3rd, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Estou preocupado e não é para menos. O ABC começa mal a Série B, duas derrotas e um empate. O torcedor fica naturalmente apreensivo. Os motivos para tamanha falta de bom futebol e bons resultados é a escalação do time combinada com a qualidade duvidosa de alguns jogadores.

Para falar taticamente do ABC vou buscar o Milan/ITA de Carlo Ancelotti (aquele que está no PSG/FRA) durante o período de 2002 até 2005, que basicamente manteve o mesmo padrão tático durante este período.  O Milan jogava num 4-4-2 que variava durante o jogo para o 3-5-2. A “defesa” era formada por Cafú, Nesta, Maldini e Costacurta. O detalhe é que Cafú não defendia e o Costacurta pouco passava do meio campo. Na meiuca Ancelotti tinha Gattuso e Pirlo como volantes, o primeiro era pau de dar em doido e o segundo além de lançar bolas, cobria a subida de Cafú na recomposição defensiva. Seedorf fazia a meia esquerda e a ala esquerda, Kaká recebia a bola em velocidade, distribuía o jogo ou arrancava do meio para a esquerda área. Basicamente era essa a movimentação ofensiva de um Milan que ganhou um Calcio e uma Champions League no período.

Puxando a brasa pro nosso lado, Paulo Porto monta hoje o Alvinegro do mesmo jeito, o que poderia ser bom se os craques citados acima jogassem no ABC. Como não é o caso, o time capenga sempre. Durante a temporada, apenas em um momento do ano o ABC teve um time seguro defensivamente e bastante ofensivo. Foi durante a Copa do Nordeste, quando o Alvinegro encaixou algumas vitorias consecutivas e principalmente um futebol competitivo. O motivo para isso foram as laterais.

E é ai que vejo que Paulo Porto por em um lado erra e no outro não tem muito que fazer. Na lateral esquerda ele apela para Lino, zagueiro, por que Alexandre está contundido e Marcílio ainda não tem maturidade para ser titular da posição. A situação de Lino poderia ser um pouco menos grave se no ABC Mateus tivesse a mesma qualidade de um Seedorf – que sacrilégio – em apoiar pela esquerda no Milan sitado. Já na direita o papo é outro, Bileu não deveria ser efetivado na posição, ele é volante e há laterais direitos em forma a disposição. Renato está bem fisicamente, deveria ter sido titular contra o Ceará, não Bileu. A improvisação nesse caso apenas agravou o problema ofensivo do ABC.

Para finalizar acredito que Paulo Porto não desistirá de Lino como um fraco falso terceiro zagueiro/lateral esquerdo, mesmo com a contratação de Guto para a lateral esquerda. O treinador continuará não confiando em Renato e esperará o retorno do machucado Thiaguinho, por quem parece ter muita confiança. Acredito que se Paulo Porto escalar Lino de zagueiro no lugar de Vinicius, Renato ou Thiaguinho na lateral direita, Guto ou Alexandre na lateral esquerda, o time como um todo pode ser pelo menos competitivo.

Ps.  Grazie mille, google traduttore.

eXTReMe Tracker