WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Icasa

Posts Tagged ‘Icasa’

Dado Cavalcanti não continuará no Paraná

terça-feira, novembro 26th, 2013

Por Blog do Ademar.

Dado Cavalcanti está livre no mercado do futebol e pronto para assumir outro time para a temporada de 2014. O treinador, que no primeiro semestre fez brilhante trabalho no Mogi Mirim, terceiro colocado no Paulistão, não continuará no Paraná após a última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (30/11).

Nesta segunda-feira (25), Dado Cavalcanti, que esteve próximo de lavar o Paraná à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, explicou a sua decisão de mudar de ares.

“Fico muito agradecido pelo apoio de todos, da diretoria, dos jogadores, da torcida, e pela confiança no meu trabalho. Mas entendo que minha participação foi cumprida. Penso que cumpri uma etapa do trabalho e acredito que esse seja o momento ideal de cada um seguir seu caminho. Conforme o combinado vou cumprir o contrato até o término da competição com muito profissionalismo como fiz durante toda minha permanência, mesmo quando recebi propostas de outros clubes. Acreditei no planejamento do Paraná e honrei minha palavra. Após essa decisão de não ficar vou buscar outros desafios na carreira para a temporada de 2014″, afirmou Dado Cavalcanti.

A despedida do treinador no comando do Paraná será no sábado, às 16h20, contra o Icasa, que ainda sonha com o acesso, na Vila Capanema, em Curitiba.

Com 32 anos, Dado Cavalcanti já conquistou cinco títulos em sete anos de carreira.

Perfil Dado Cavalcanti
Data Nascimento: 15 de janeiro de 1982 – Arcoverde – PE

Clubes que treinou:
2006-2008: Ulbra
2008: Brazsat
2009-2010: Santa Cruz
2011: Central
2011: Icasa
2012: Ypiranga
2012: Luverdense
2013: Mogi Mirim
2013: Paraná Clube

Títulos:
2006: Campeão Rondoniense – Ulbra
2007: Campeão Rondoniense – Ulbra
2008: Campeão da 3ª Divisão do Campeonato Brasiliense – Brazsat
2009: Campeão Copa Pernambuco – Santa Cruz
2012: Campeão Matogrossense – Luverdense

Tíutlos Individuais:
2010: Melhor técnico Campeonato Pernambucano
2013: Melhor técnico Campeonato Paulista

Série B 2013: Chapecoense bate Icasa no Romeirão

sábado, novembro 23rd, 2013

Por Espaço do Verdão.

A torcida fez muita festa. Os jogadores tinham discurso cauteloso, mas firme. E toda a cidade de Juazeiro do Norte acreditava que o Icasa sairia do jogo deste sábado, contra a Chapecoense, pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, dependendo de um mero empate para garantir o acesso no derradeiro jogo de 2013. Mas, em campo, a situação foi bem outra. Os catarinenses impuseram forte marcação e saíram com a vitória do Romeirão: 2 a 1.

Nem mesmo o clima de fé que rodeava todo o estádio foi suficiente. A ajuda dos céus não sustentou a ansiedade do Verdão do Cariri. À medida em que o relógio foi denotando o passar do tempo, os jogadores deixaram de lado o esquema tático e foram ao ataque de qualquer forma, mas sem resultado.

Os chapéus – símbolo dos romeiros em Juazeiro – erguidos pelos torcedores no início da partida foram guardados e o Icasa precisará de uma vitória fora de casa, na última rodada, e mais uma combinação de resultados para subir de divisão. Tudo porque o artilheiro Bruno Rangel e Paulinho Dias maracaram para a Chapecoense, que já está garantida na Série A. Chapinha fez o tento dos donos da casa.

Na última rodada, o Icasa vai a Curitiba encarar o Paraná, no sábado (30), às 17h20m (horário de Brasília). Já a Chape joga com o Palmeiras, em casa, no mesmo dia e horário.

Nos primeiros 15 minutos, quem esperava um Icasa arrasador viu um time mais comedido e preocupado em não errar as jogadas. Mesmo assim, Chapinha e Juninho Potiguar arriscaram chutes de fora da área, sem muito perigo. A Chapecoense sentia dificuldades em chegar ao campo de ataque. Uma única vez, a bola quase sobra para Bruno Rangel.

Mas a partir do minuto 17, o panorama do jogo foi mudando aos poucos. O Verdão do Cariri foi aumentando a pressão em uma crescente. Pelas laterais, Neilson e Gustavo ameaçavam com cruzamentos precisos. Aos 16 minutos, Juninho Potiguar criou a melhor jogada do primeiro tempo. Ele avançou pela direita, driblou dois zagueiros e cruzou. Danilo espalmou e a bola ainda bateu na trave.

A Chape, por sua vez, resolveu ousar mais quando se sentiu ameaçada. Potita e Bruno Rangel se mostraram mais agudos a partir dos 20 minutos. Resolveram arriscar chutes e também cruzamentos. O técnico Gilmar Dal Pozzo usou de pura tática para dar poucos espaços à equipe alviverde e, ao mesmo tempo, sair em contra-ataques que levavam certo perigo à meta de João Ricardo.

No entanto, a pressão icasiana não resultou em muita coisa na primeira etapa. Mesmo com os gritos de incentivo dos torcedores com seus chapéus de palha em riste, o ataque do Icasa não produzia a contento. Enquanto isso, a Chape se aproveitava para ter mais força e continuar contra-atacando. Também sem objetividade, mas com raça debaixo de um calor de 37º. E esse foi o panorama inicial…

E como o ataque icasiano não rendia, a bola acabou entrando do outro lado. Bruno Rangel partiu em velocidade e chutou na saída de João Ricardo. A bola ainda desviou em Naylhor e parou no fundo das redes: 1 a 0 para os visitantes.

Ao Verdão do Cariri, só restava pressionar ainda mais. E na base do esforço de Chapinha, o empate veio seis minutos depois. Ele precisou chutar duas vezes para vencer a defesa catarinense.

A partir daí, o jogo ganhou uma emoção que não vinha apresentando até então. Icasa e Chape se revezavam em jogadas perigosas. E ao passo que o tempo corria, o Romeirão se tornava uma enorme panela de pressão: quente dentro e fora de campo.

Neste contexto, a bola parou no pés de Paulinho Dias. Ele, sem pensar duas vezes, arriscou chutaço de longe e venceu o goleiro João Ricardo: 2 a 1. Eram 23 minutos da etapa final e a torcida começava a ver a vantagem alviverde na tabela se esvair. Mesmo assim, embora tivesse episódios de silêncio, conseguia forças para gritar pelo Verdão.

Sem esquema tático e na raça, o Icasa atendia ao pedido da torcida. Chapinha, o mais ativo no setor ofensivo da equipe cearense, teve boa oportunidade quando chutou da pequena área, mas viu o zagueiro da Chapecoense salvar o empate.

Aos 40 minutos, os catarinenses administravam a vitória e se fechavam para impedir que o Icasa chegasse, pelo menos, ao 2 a 2. O estádio já era também mais silencioso. Os torcedores já não balançavam seus chapéus, que deveria ser o símbolo da raça e da fé sertaneja. Alguns arriscavam o coro de ‘Eu acredito!’, mas sem a mesma força do início da partida.

Igual ao Verdão do Cariri, que viu o árbitro indicar o centro do campo, onde a esperança começou a acabar. A Chape saiu de campo como a coadjuvante indigesta.

Veja os resultados da 22ª rodada da Série B

domingo, setembro 15th, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Veja como está a classificação da Série B 2013 aqui

22ª RODADA

Sexta-Feira 13/09/2013

19:30h – ASA 0 x 1 Joinville

19:30h – Paraná 1 x 2 Oeste

19:30h – Atlético-GO 3 x 1 Boa Esporte

19:30h – Chapecoense 6 x 2 São Caetano

Sábado 14/09/2013

16:20h – América-MG 1 x 1 Palmeiras

16:20h – Avaí 3 x 1 Icasa

16:20h – Ceará 4 x 0 ABC

16:20h – Sport 1 x 0 Figueirense

21:00h – América-RN 3 x 0 Paysandu

21:00h – Guaratinguetá 1 x 0 Bragantino

23ª RODADA

Terça-feira 17/09/2013

19:30h – Chapecoense x Figueirense

19:30h – Ceará x Oeste

19:30h – Atlético-GO  x São Caetano

19:30h – Sport x Guaratinguetá

19:30h – América-MG  x Icasa

21:50h – ASA x Boa Esporte Clube

21:50h – Avaí x Palmeiras

21:50h – América-RN x Joinville

21:50h – Paraná Clube x Paysandu

21:50h – Bragantino x ABC

Veja os gols dos jogos de sexta na Série B

sábado, agosto 10th, 2013

O Paysandu bateu o Joinville, em casa, por 2 a 1, resultado que tira a equipe paraense da zona de rebaixamento da Série B 2013.

Já o Atlético-GO, que estreou o técnico PC Gusmão, superou o Ceará fora de casa por 1 a 0, gol de Diego Giaretta.

O América-MG teve sua invencibilidade de dez jogos na Série B 2013 quebrada pelo ASA. O time de Arapiraca bateu os mineiros por 2 a 0 no Estádio Coaracy da Mata Fonseca.

Quem não perdeu a invencibilidade foi o Boa, que completou a sétima peleja sem derrota ao bater o Icasa por 1 a 0, em Varginha. Os mineiros estão mais próximos do G-4.

Icasa reforça elenco com ex-jogadores de Palmeiras, Botafogo e Figueirense

sábado, julho 27th, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Veja os gols de terça-feira na Série B

quarta-feira, julho 17th, 2013

Ontem (16), a Série B teve dois jogos. Na Ilha do Retiro, o Sport derrotou o Avaí por 2 a 0, gols de Lucas Lima e Marcos Aurélio. Com o resultado, finalmente o Sport se posicionou, ainda que momentaneamente, no G-4, com 18 pontos. Já o Avaí segue na 15ª colocação com 9 pontos e pode entrar na zona do rebaixamento no decorrer da rodada.

Outro que ficou em situação complicada foi o Icasa. No estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte, a equipe foi derrotada por 3 a 0 pelo Oeste-SP, dois gols de Adriano Alves e um de Bruno Nunes. Os cearenses têm dez pontos e estão em 11º lugar na tabela, já o Oeste-SP tem 12 pontos e fica por enquanto na 8ª posição.

Com a derrota, torcedores do Icasa apedrejaram a sede do clube, protestando contra a má campanha cearense.

Sidney Moraes é o novo técnico do Icasa-CE

domingo, junho 9th, 2013

Por Blog do Ademar.

Neste sábado (8/6) a diretoria do Icasa, de Juazeiro do Norte-CE, acertou a contratação do técnico Sidney Moraes para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. O novo comandante do clube cearense teve passagem pelo Boa Esporte-MG, onde sagrou-se campeão da Taça Minas Gerais no ano passado.

“Agradeço por essa oportunidade. Quero desenvolver um excelente papel aqui no clube e trazer muitas alegrias ao torcedor. Nosso maior objetivo é levar o time ao acesso à Série A”, disse o técnico.

Sidney vai acompanhar o jogo entre Icasa e Atlético-GO, em Goiânia, que acontece na próxima terça-feira (11) para conhecer melhor o elenco e estudar os jogadores.

O novo comandante do Icasa e  sua comissão técnica serão apresentados na reapresentação do elenco alviverde.

Na tabela da Série B o Icasa ocupa a 17ª colocação com apenas quatro pontos em cinco rodadas e está na preocupante zona do rebaixamento.

Confira a dança dos treinadores da Série B:

1) BRAGANTINO – Mazola Júnior foi demitido e chegou Benazzi

2) PAYSANDU – Lecheva foi demitido e chegou Givanildo Oliveira

3) CEARÁ – Leandro Campos foi demitido.

4) ICASA – Francisco Diá pediu demissão. Sidney Moraes foi contratado

5) ABC – Paulo Porto foi demitido

Côsa de Avaí

sábado, junho 1st, 2013

Via: DNAzul – Avaí FC
Leia a íntegra


Sport encara como obrigação retornar ao Brasileirão em 2014

sábado, maio 25th, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Para o Sport, Série A é obrigação para 2014

sábado, maio 25th, 2013

Por Blog do Ademar.

O grande objetivo do Sport na temporada, todos no clube pernambucano sabem, é realizar uma excelente participação no Campeonato Brasileiro da Série B e retornar ao convívio dos grandes clubes do país no próximo ano. E o desafio começa já neste sábado (25/5), diante do Icasa, no Ceará.

O técnico interino Gustavo Bueno em treino do Sport (Foto: Marcela Lima/Site Oficial)

O meia-atacante Marcos Aurélio, um dos atletas mais experientes no elenco do Leão da Ilha do Retiro, destaca que essa competição tem características específicas e, desta forma, precisa ser encarada por todos no clube.

“A Série B é um campeonato diferente. Muitas vezes, a técnica tem que ser substituída e os times devem colocar mais força, mais pegada em campo. É assim que vamos entrar nessa disputa. O Sport, por toda a sua grandeza, entra com a obrigação de ser competitivo e, ao final, subir para a Primeira Divisão. Temos qualidade para isso e lutaremos até o fim para alcançarmos esse que é o nosso maior objetivo em 2013″, disse Marcos Aurélio, que ressalta, também, a importância das vitórias nas primeiras partidas.

“Começar vencendo é muito importante e fundamental nessa arrancada. Campeonato de pontos corridos é assim e no final faz a diferença. Também teremos a paralisação para a Copa das Confederações, período em que teremos a oportunidade de realizar uma nova pré-temporada”, lembrou.

Continue lendo aqui.

eXTReMe Tracker