WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Joinville

Posts Tagged ‘Joinville’

ABC segue em recuperação e vence a 5ª seguida

quarta-feira, outubro 9th, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Em sua quinta vitória consecutiva, segunda fora de casa, o ABC passou por cima do Joinville, da arbitragem e com dois jogadores a menos venceu por 2 a 1. Os gols do jogo foram de Rodrigo Silva e Edson para o ABC, para o Joinville descontou Sandro.

Dessa vez qualquer adjetivo inferior a heroico não se aplica ao jogo que o ABC fez hoje na arena Joinville. Uma grande partida como visitante, uma grande partida contra um juiz caseiro, uma grande partida contra uma boa equipe.

A escalação de Roberto Fernandes surpreendeu por que ele não fez a substituição simples após a confirmação da ausência de Gilmar para este jogo. Roberto poderia ter lançado Pingo ou Maurinho, mas preferiu utilizar mais um volante, no caso Bileu. A alteração fez do ABC um time com boa pegada de meio e com Timbó fazendo dupla função, meia e atacante.

No primeiro tempo visivelmente a postura ABCdista era defensiva, aguardando o Joinville e saído em velocidade com Bigú pela esquerda e Somália pela direita. O problema é que sempre que se joga assim o adversário passa muito tempo dentro de sua área. Numa dessas jogadas a indecisão de Boaventura provocou o lance do pênalti, onde o mesmo esperou o quique da bola, errou o tempo, tentou uma bicicleta e acertou a cabeça do atacante, pênalti. Wilson Jr. O nome do jogo defendeu o pênalti cobrado por Marcelo Costa. Como castigo, num contra-ataque, lançamento de Timbó em profundidade, a zagueirada bateu cabeça, Rodrigo Silva se antecipou roubou a bola e converteu a chance de gol. Gol do ABC ao 42 minutos de jogo. O gol castigou o Joinville, mas premiou a equipe que mais chegou perto do gol na primeira etapa.

Com dois a menos, ABC vence fora de casa (Foto Assessoria de imprensa Joinville)

No segundo tempo o ABC teve uma chance cristalina de marcar antes dos 10 minutos do segundo tempo. Um rápido contra-ataque, tabelinha Bigú Daniel Paulista deixou o volante na cara do goleiro, Daniel Paulista, sem cacoete de atacante, nem passou nem chutou e perdeu a oportunidade. O Joinville veio pra cima e causou muito problema, principalmente por que o 12º jogador do time começou a jogar.  O arbitro gaúcho, Alinor Paixão, pendurou toda a defesa do ABC antes dos 20 minutos do segundo tempo, Flávio Boaventura, Bigú, Rogelio que entrou no ligar de Bigú, Lino, Wilson Jr. e Bileu receberam amarelos. Boaventura recebeu o segundo amarelo em uma jogada onde ele nitidamente foi puxado pelo atacante Lima, resultado, expulsão. Depois da expulsão o ABC ficou mais conservador, a zaga foi formada por Bileu, Rogelio, Lino e Somália. Instantes após a expulsão o ABC sofre o gol de empate, numa jogada de linha de fundo. A coisa piorou de figura após Schmöler que havia entrado no lugar de Giovanni Augusto, ter sido expulso numa lance de indisciplina que com um jogador com outra camisa talvez não resultasse nem em um amarelo. Dois a menos e o ABC me arranja um contra-ataque pela direita da defesa do Joinville ao 38 minutos do segundo tempo. Timbó recebe na intermediaria, espera a passagem de Edson e lança, Edson avança corta o zagueiro invade a área dá um toque por cima do goleiro e faz seu gol no jogo. O gol que premiou a equipe que lutou bravamente contra a arbitragem gaúcha e caseira.

Grande vitória ABCdista. Grande mesmo, já que vencer com dois jogadores a menos é fora de série.

O ABC folga no final de semana, já que o jogo contra o Paysandu em Belém foi adiado do dia 12/10 para o dia 22/10. Portanto a próxima partida do ABC será contra o São Caetano pela 30ª rodada, na terça dia 15/10 as 21:50hs no Frasqueirão.

Ficha Técnica

Local: Arena Joinville, Joinville/SC.

Árbitro: Alinor Silva da Paixao.

Assistente 1: Jose Araujo Sabino.

Assistente 2: Larissa Gabrielly Ferreira.

4º Árbitro: Ronan Marques da Rosa.

Joinville-SC(1): Ivan; Eduardo (Edgar), Diego Jussani, Sandro(1) e Rafinha; Augusto Recife, Naldo, Diogo Oliveira e Marcelo Costa; Lima e Edu (Kim). Técnico: Ricardo Drubscky.

ABC(2): Wilson Júnior; Somália, Flávio Boaventura, Lino e Wesley Bigú (Rogélio); Daniel Paulista, Edson(1), Bileu, Giovanni Augusto (Michel Schmoller) e Júnior Timbó; Rodrigo Silva(1). Técnico: Roberto Fernandes.

Veja os resultados da 22ª rodada da Série B

domingo, setembro 15th, 2013

Por Diego Ivan, do Papo Alvinegro.

Veja como está a classificação da Série B 2013 aqui

22ª RODADA

Sexta-Feira 13/09/2013

19:30h – ASA 0 x 1 Joinville

19:30h – Paraná 1 x 2 Oeste

19:30h – Atlético-GO 3 x 1 Boa Esporte

19:30h – Chapecoense 6 x 2 São Caetano

Sábado 14/09/2013

16:20h – América-MG 1 x 1 Palmeiras

16:20h – Avaí 3 x 1 Icasa

16:20h – Ceará 4 x 0 ABC

16:20h – Sport 1 x 0 Figueirense

21:00h – América-RN 3 x 0 Paysandu

21:00h – Guaratinguetá 1 x 0 Bragantino

23ª RODADA

Terça-feira 17/09/2013

19:30h – Chapecoense x Figueirense

19:30h – Ceará x Oeste

19:30h – Atlético-GO  x São Caetano

19:30h – Sport x Guaratinguetá

19:30h – América-MG  x Icasa

21:50h – ASA x Boa Esporte Clube

21:50h – Avaí x Palmeiras

21:50h – América-RN x Joinville

21:50h – Paraná Clube x Paysandu

21:50h – Bragantino x ABC

Joinville: a promessa de patrocínio da Caixa

quarta-feira, agosto 21st, 2013

Por Jecmania.

Estou com um post engatilhado sobre os métodos pouco ortodoxos de Drubscky treinar, nossa situação na tabela, etc., mas acho importante dizer duas palavrinhas sobre o patrocínio da CEF, dizem, acertado, para o JEC, no ano que vem.

Uma: vamos esperar. Como diria Senor Abravanel, “só acredito, vendo”. Até não ver o chamegão do presidente da CEF e a publicação do contrato no Diário Oficial, é tudo expectativa de direito – o que sabemos é o mesmo que quase nada.

Continue lendo aqui

Veja os gols dos jogos de sexta na Série B

sábado, agosto 10th, 2013

O Paysandu bateu o Joinville, em casa, por 2 a 1, resultado que tira a equipe paraense da zona de rebaixamento da Série B 2013.

Já o Atlético-GO, que estreou o técnico PC Gusmão, superou o Ceará fora de casa por 1 a 0, gol de Diego Giaretta.

O América-MG teve sua invencibilidade de dez jogos na Série B 2013 quebrada pelo ASA. O time de Arapiraca bateu os mineiros por 2 a 0 no Estádio Coaracy da Mata Fonseca.

Quem não perdeu a invencibilidade foi o Boa, que completou a sétima peleja sem derrota ao bater o Icasa por 1 a 0, em Varginha. Os mineiros estão mais próximos do G-4.

Joinville abre 2 a 0, mas leva empate da Chapecoense

sábado, julho 13th, 2013

Por Espaço do Verdão.

O Joinville tentou mostrar aos adversários da Série B que a Chapecoense é formada por homens, falíveis e imperfeitos. Provou e também experimentou outra virtude de líder: a força em reverter o prejuízo. O JEC saiu na frente na Arena Joinville. Abriu dois de vantagem no primeiro tempo. No segundo, começou a tomar o empate após a expulsão de Eduardo. O prejuízo causado foi pago na mesma moeda. O Verdão de Santa Catarina mostrou persistência e frieza, simbolizada pelo gol do empate de Soares. Devolveu os dois gols e fechou o placar em 2 a 2, na tarde-noite deste domingo, pela oitava rodada da Segundona.

Sofrer o empate com cara de virada não foi tão ruim ao Joinville, pelo menos se apenas a tabela de classificação for observada. O time no Norte catarinense entrou no G-4. Está na terceira colocação com os 16 pontos que soma. A Chapecoense viu diminuída sua diferença para o Palmeiras, segundo colocado. Agora, dois pontos separam os ‘verdões’.

Wellington Bruno Chapecoense Joinville (Foto: Leo Munhoz / Agência RBS)
Chape sofre e não se abala, empata o jogo após dois do Joinville (Foto: Leo Munhoz / Agência RBS)
Com a força extra proporcionada pela maioria dos 10.177 torcedores na Arena Joinville, o JEC desafiou a solidez de Verde. Até rachar, virar buraco e escancarar o caminho para fazer a bola passar. Pela direita, abriu passagem para o gol inicial, aos 24, de Ricardinho. Mesma rota em que saiu o segundo, aos 36, de letra e de Lima. No segundo tempo, foi a Chapecoense que partiu para jogar no campo de ataque. Acendeu a chama, mas só colocaria fogo aos 20, no décimo gol de Bruno Rangel na Série B. Mas nada esquentou mais que a expulsão de Eduardo, do Coelho. Calor contrastante com a frieza da Chapecoense. O atacante Soares teve requintes de crueldade no gol do empate, aos 34.
Na nona rodada da Série B, os dois times voltam a campo no próximo sábado, dia 20. O Joinville vai ao Rio Grande do Norte para enfrentar o ABC, no Frasqueirão, às 21h. A Chapecoense volta para casa. Na Arena Condá recebe o América-MG, às 16h20m.
Racha, abre e passa
A paciente Chapecoense pareceu ter fugido de sua característica no nascente da partida, porque pagou na mesma moeda o atentado que obrigou Nivaldo trabalhar. No quinto minuto, Rafinha cruzou certinho para Ronaldo cabecear e o goleiro defender. A Chape esqueceu do costume, de suportar o tranco e seguir de pé. Foi ao revide. No minuto seguinte, Fabinho Alves mandou fogo quente que esquentou a mão de Ivan. A defesa do JEC completou para afastar. Armas apresentadas, os times se mexeram no campo formando o desenho que deles se esperava. O Joinville tentava jogar em cima e fazer de uma mínima rachadura um buraco na defesa de verde. Acostumado a suportar, o Verdão do Oeste de SC buscava o contra-ataque ou a bola parada para chegar até o gol. Das pretensões, as tricolores foram melhores no primeiro tempo.
Dois espaços abertos por Eduardo e Lima se transformaram na brecha para o gol escancarado que Ricardinho só teve o trabalho de fazer a bola se arrastar até a rede. O lateral-foguete do JEC disparou até o fundo e mandou para Lima. Mas o homem de 131 gols com a camisa vermelha e preta abdicou de mais um. Abriu as pernas e enganou a defesa verde para colocar a baliza inteira na frente do amigo de longa data e clube. Ricardinho botou a bola para dentro e a mão no rosto logo depois. Chorou emocionado pelo tento que diminuiria a carga da cobrança sobre ele. O Joinville estava na frentE: 1 a 0. Eram decorridos apenas 24 minutos.
O lado esquerdo da defesa seguiu aberto após o gol. Por ali passou o segundo, novamente brotando dos pés de Eduardo. O ala parou na frente dos defensores e rolou para Ronaldo fazer o cruzamento rasteiro para o meio, tal qual poderia ter feito o companheiro que fez o passe. Lima nem tinha como servir alguém ao aparecer para receber. Foi de letra e foi no gol. O segundo do JEC no jogo, o sétimo do camisa 9 joinvilense na Série B. Aos 41, Athos cometeu ato impaciente. Chegou na frente da área e soltou o chute desesperado. Não passou de susto a Ivan, por passar perto do travessão. O Joinville estava na frente. Foi tranquilo ao vestiário. Parecia que tinha o controle. Só parecia.
‘Chapequente’ põe fogo
Com Anderson Pico no lugar de Tiago Saletti na lateral-esquerda, a Chapecoense voltou para o jogo e a fazer o seu jogo mais na faixa do campo de ataque. Trocava passes e empurrava o Joinville para trás. No entanto, não conseguia passar disso. Tanto que o técnico Gilmar Dal Pozzo tirou o volante Augusto para colocar o atacante Tiago Luís. Os donos da casa acreditavam que a partida poder estar definida. Para garantir, o volante Somália entrou para formar o meio com três volantes. Ledo engano de Arturzinho.
Com três atacantes, a ‘Chapequente’ botou fogo no jogo. Aos 20, Paulinho Dias fez a bola ir da ponta esquerda para o meio da área. No alto e em cima. Na medida para um atacante que se agiganta com a camisa verde. Bruno Rangel subiu e colocou a cabeça na bola e a Chapecoense com esperanças. Foi o gol do desconto e era só o início do calor. É que aos 28 minutos Eduardo deixou o cotovelo no rosto de Paulinho Dias. Como o lateral já tinha cartão amarelo, Rodrigo D’Alonso Ferreira mostrou o vermelho. O cenário para a Chapecoense reverter estava formado.
Ganhou forma aos 34, num gol que simboliza a frieza que a Chape tem – um contraste à temperatura que imprimia ao confronto. Novamente Paulinho Dias cruzou para dentro da área. Mas desta vez foi no segundo pau. No pé de Soares, que acabara de entrar para formar a ofensiva de quatro homens de camisa verde. Ele dominou no bico da pequena área, ainda cortou o marcador antes de mandar bala na bola cruzada e certeira. Dentro do gol. Empate com cara de virada: 2 a 2. Gelou a Arena Joinville, que vaiou os jogadores do JEC após o segundo tropeço seguido em casa.

Dal Pozzo: “Os atletas compram a ideia do técnico”

terça-feira, julho 9th, 2013

Por Anderson Soccol, do Espaço do Verdão

A liderança isolada da Série B do Campeonato Brasileiro, os 90,5% de aproveitamento e a boa largada da Chapecoense na competição têm justificativa para quem tem o comando da equipe. O técnico Gilmar Dal Pozzo garante que os 19 pontos nas sete primeiras partidas é fruto do empenho de seus comandados.

- Se olhar pela tabela, pela pontuação, excepcional. Não podemos perder o nosso forte, nossa característica e identidade: um time bem posicionado dentro de campo, uma equipe que sabe o que quer, que sabe contra-atacar, que sabe jogar em velocidade e que entende a ideia que o técnico pede. Eles estão colocando em prática, tendo postura e atitude porque a gente treina muito. Eles compram a ideia do técnico – disse Dal Pozzo.

"Eles estão colocando em prática, tendo postura e atitude porque a gente treina muito", diz Dal Pozzo'

E a Chape pode ter ainda mais força. O volante Paulinho Dias está de volta à equipe depois de período fora por conta de lesão. Chegou a marcar um dos gols na vitória por 2 a 0 sobre o ASA, na sexta-feira, depois de sair do banco de reservas. O meia Nenén é outro titular no Campeonato Catarinense que em breve pode retornar. Mas o técnico Gilmar Dal Pozzo faz alerta: eles e outros precisam estar no mesmo ritmo da formação que chegou ao sexto triunfo em sete partidas.

- Tem que conquistar e eu tenho que ter critérios e coerência. Os jogadores que estão voltando depois de tempo no departamento médico, vão ter que conquistar aos poucos. É o critério que vou usar com todos, como o Paulinho e o Nenén quando voltar, por exemplo. O André Paulino (zagueiro) estamos avaliando bem a situação. Depois de 30 ou 40 dias, eles não voltam num ritmo da competição. Têm que buscar com treinamento. É um processo gradativo. Vão conquistar com o trabalho e a condição física. Estão vindo de lesões um pouco mais graves, o que requer um pouquinho mais de tempo. A competitividade entre eles é sadia e o critério que estou usando é desta forma, porque os que estão atuando estão num ritmo melhor.

A Chapecoense retoma os treinamentos nesta segunda-feira. Vai iniciar a preparação ao embate da oitava rodada da Série B do Brasileirão. No sábado, encara o Joinville. A partida na Arena Joinville está marcada para às 16h20m.

Guaratinguetá encará embalado Joinville para deixar zona do rebaixamento

terça-feira, junho 11th, 2013

Via: Blog do Ademar (Futebol Caipira)
Leia a íntegra


Guaratinguetá encara o embalado Joinville

segunda-feira, junho 10th, 2013

Por Blog do Ademar.

O técnico Carlos Octávio preparou o Guaratinguetá para encarar o embalado Joinville no estádio Dario Rodrigues Leite. A equipe do Vale do Paraíba sabe que tem um adversário qualificado pela frente, mas também acredita que o fator casa pode fazer a diferença na busca pelos três pontos.

“Sabemos que será um jogo difícil, a equipe deles está muito boa. Agora temos que fazer prevalecer o mando de casa e ganhar essa partida para sair dessa situação incomoda. Sabemos do nosso potencial, precisamos apenas de entrosamento para brigar na parte de cima da tabela”, disse Tiago Ulisses.

Guaratinguetá treina para pegar o JEC

O volante destacou o poder de reação que a equipe teve na última rodada, quando buscou o empate diante do América-RN, jogando fora de casa.

“Ficávamos muito abalados quando tomávamos o gol, mas contra o América foi diferente. Nós conseguimos buscar o empate. Agora temos que manter essa pegada e parar de correr atrás do resultado. Temos que abrir o placar e segurar o placar positivo”, falou.

Como essa será a última partida antes da parada para a Copa das Confederações, a equipe quer conquistar os três pontos para poder trabalhar com mais tranquilidade.

“É um jogo muito importante antes dessa pausa. Conquistando os três teremos esse mês para trabalhar tranquilo. Pode ser que com os três pontos a gente saia da zona de rebaixamento, então vamos buscar a vitória. Vamos encarar esse jogo como uma decisão”, concluiu.

Desde que assumiu a titularidade na equipe, o jogador atuou ao lado do Acleisson e do Bruno Formigoni, e contou que não tem preferência por um dos companheiros.

“O Acleisson tem um futebol bem parecido com o meu. Ele sai um pouco mais para o jogo. Mas não tenho preferência, quero é trabalhar e garantir o meu lugar”, analisou.

Guaratinguetá e Joinville se encontram amanhã (11/6), às 19h30, no estádio Dario Rodrigues Leite, em partida válida pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

A equipe do Vale do Paraíba está 18ª posição, com quatro pontos. O Joinville é o vice-líder com 12 pontos.

Transmissão da Série B na SporTV

Nesta terça-feira (11), dois jogos da Série B serão transmitidos pela SporTV. No SporTV 2, às 19h30, Sport e Bragantino, menos para Pernambuco, que acompanha o VT de Brasil X França. Às 21h50, o SporTV 1 transmite América-RN e Palmeiras, menos para o estado do Rio Grande do Norte, que também fica com o teipe da partida da seleção.

Festa catarinense no G-4 da Série B 2013

domingo, junho 2nd, 2013

Por Blog do Ademar.

O futebol catarinense está deitando e rolando após três rodadas completas da Série B do Campeonato Brasileiro. De maneira inacreditável, os quatro clubes que estão no G-4 são do estado de Santa Catarina. O líder isolado, único com 100% de aproveitamento, comandado pelo técnico Adilson Batista, é o Figueirense, com nove pontos após derrotar o Sport, em Florianópolis, por 3 a 2.

O Figueirense conta ainda com outra façanha para se manter na ponta da tabela. Trata-se do atacante Rafael Costa, o artilheiro isolado da Série B com cinco gols.

Na vice-liderança aparece a Chapecoense, vice-campeã catarinense, que superou o São Caetano, na cidade de São Caetano do Sul, por 1 a 0, e pulou para a segunda colocação com sete pontos.

Com os mesmos sete pontos, mas na terceira colocação pelos critérios técnicos, aparece o Avaí, que mesmo atuando na cidade de Juazeiro do Norte venceu o Icasa, de virada, por 4 a 3.

E finalizando o domínio catarinense, o Joinville, atuando ao lado da sua fanática torcida, bateu o ASA-AL por 2 a 0, assumiu a quarta colocação.

Confira os resultados e a classificação da Série B:

Sexta-feira – 31/5

Joinville 2 (Rafinha e Marcelo Costa) x ASA-AL

Icasa 3 (Neto e Juninho Potiguar 2) x Avaí 4 (Luiz Otávio, contra, Beto, Márcio Diogo e Cléber Santana)

Paysandu 1 (Yago Pikachu) x América-RN 1 (Cascata)

Oeste 1 (Piauí) x Paraná 0

Figueirense 3 (Maylson e Rafael Costa 2) x Sport 2 (Gabriel Santos e Ritchelly)

ABC-RN 1 (Rodrigo Silva) x Ceará 1 (Lulinha)

Sábado - 1/6

Palmeiras 0 x América-MG 1 (Nikão)

Bragantino 2 (Lincom e Raphael Andrade) x Guaratinguetá 0

Boa Esporte-MG 0 x 0 Atlético-GO

São Caetano 0 x Chapecoense 1 (André Paulino)

Classificação
1º Figueirense - 9 pontos
2º Chapecoense - 7 pontos
Avaí - 7
4º Joinville - 6 pontos
Palmeiras - 6
6º Oeste - 5 pontos
7º Ceará - 5
8º Paraná - 4 pontos
Icasa-CE - 4
Atlético-GO - 4
Boa Esporte-MG - 4
12º Sport - 3 pontos
América-MG - 3
Bragantino - 3
Guaratinguetá - 3
16º América-RN - 2 pontos
Paysandu - 2 pontos
São Caetano - 2
19º ABC-RN - 1 ponto
ASA-AL - 1

Série B: Palmeiras perde e deixa liderança

domingo, junho 2nd, 2013

Mesmo com mais volume de jogo e diversas chances de gol, o Palmeiras não conseguiu derrotar o América-MG no Novelli Júnior, em Itu. Foi no contra-ataque que os mineiros conseguiram o gol da vitória, em passe de Rodriguinho para a finalização do atacante Nikão aos 37 minutos do primeiro tempo.

América-MG derrotou o Verdão fora de casa (Gaspar Nóbrega/VIPCOMM)

Na etapa complementar, o destaque, para o bem e para o mal, foi o atacante Caio, que entrou no lugar de Wesley. Logo aos dois minutos, Ayrton bateu falta para Caio, passar pelo goleiro e, sem ângulo, bater para fora. Aos 7, mais uma vez o atleta perdeu grande chance em frente ao gol e, aos 23min, nova oportunidade desperdiçada, dessa vez de cabeça.

Agora, o Verdão está em 5º lugar na Série B, com seis pontos, igual ao Joinville, que tem um gol a mais de saldo. Já o América-MG está em 13º lugar, com uma vitória e duas derrotas. Veja aqui a classificação da Série B.

eXTReMe Tracker