WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Justiça

Posts Tagged ‘Justiça’

Justiça nega pedidos da Multiclick para evitar bloqueio de bens

sábado, agosto 10th, 2013

Via: Blog do Niltinho Ferreira
Leia a íntegra


O mau começo do CRB no campeonato

segunda-feira, maio 28th, 2012

Por Sou Alagoano-Sou CRB.

O Galo começou muito mal sua participação no Brasileirão da Série B, perdeu os dois jogos: Bragantino, na estreia jogando em casa, e sábado, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, para o América-MG 4 a 0, em jogo valendo pela 2ª rodada. Com os resultados negativos, o time alvirrubro está na última posição e tem o seu pior início no Campeonato Brasileiro da Série B.

Contra o América-MG, o CRB jogou abaixo da média e por isso foi goleado. Com mais uma derrota, o torcedor regatiano ficou bastante chateado, principalmente com alguns jogadores que não vêm correspondendo quando entram na partida. Foi o caso dos atletas Rodrigo Dantas e Aloísio Pereira. Outro que já está sendo questionadona pelo torcedor é o técnico Roberto Fonseca. No jogo diante o América, o treinador fez improvisação na ala direita e modificou o time de forma equivocada, fato que gerou reclamações dos torcedores do Galo.

Depois do vexame das duas derrotas consecutivas na competição, o CRB volta a campo na próxima terça-feira (29), jogando no Estádio Rei Pelé diante do Guaratinguetá-SP. O tempo é curto e para este jogo só um resultado interessa, a vitória.

Veja os gols da derrota regatiana: America-MG 4 x 0 CRB

Além do momento ruim do time em campo, outro fato que entristeceu muito o torcedor alvirrubro foi a notícia sobre a decisão da justiça no caso do Beer CRB. Lamentável e revoltante os desmandos administrativos ao longo dos cem anos de existência do CRB. Um verdadeiro descaso e a irresponsabilidade de alguns dirigentes levaram o CRB a perder vários imóveis. Agora foi a vez do Beer e até o Estádio da Pajuçara corre o risco de ser leiloado para pagamento de dívidas trabalhistas na justiça. O que fazer agora? Onde estão os responsáveis por essa situação?
Infelizmente a realidade é que o Clube de Regatas Brasil foi alvo de muitos dirigentes omissos, irresponsáveis e que só usaram o Clube para se projetarem politicamente e no meio do futebol. Foram cem anos de história, quinze anos consecutivos de Campeonato Brasileiro da série B e o que eles consequiram foi destruir o patrimônio de um Clube centenário. E agora, alvirrubros?
Superior Tribunal de Justiça nega ação e CRB perde Beer
Fonte: Gazeta da Alagoas – Wellington Santos
O Clube de Regatas Brasil perdeu em caráter definitivo o Beer CRB, um de seus patrimônios mais valiosos ao longo de seu centenário de existência. A sentença foi proferida no último dia 17 de maio, pela Coordenadoria da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, assinado pelo ministro Sidney Beneti, relator do processo.
A família de Emérita Perez Peixoto que questionava a posse do imóvel desde o fim dos anos 1990 aguarda somente que a 8ª Vara do Fórum, em Maceió, cumpra a sentença conforme comando do STJ.
Ou seja, a imissão de posse para o andamento da ação de execução passando à família, segundo relatou à Gazeta o advogado Pedro Melro Cansanção.
“A expectativa agora é sair da fase provisória para passar à definitiva com o trânsito em julgado da ação no STJ”, disse o advogado da família de Emérita.

Indefinições na Justiça podem adiar Série C

segunda-feira, maio 21st, 2012

Por Blog do Niltinho Ferreira.

Por conta de duas brigas na Justiça, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) poderá adiar o início do Campeonato Brasileiro da Série C, previsto para acontecer no próximo sábado. Brasil de Pelotas-RS, Santo André-SP, Rio Branco-AC e Treze-PB brigam por duas vagas na edição de 2012.

Assim como na última semana, mais decisões da Justiça deverão a todo tempo mudar os participantes tanto do Grupo A (times do CE, MT, PA, AC e PE) quanto do Grupo B (times do DF, RS, RJ, SP, GO e MG). Nos dois casos uma coincidência: Pelo menos um dos clubes entrou na Justiça Comum para ficar com vaga no campeonato, o que para a Fifa (entidade máxima do futebol) e o próprio Estatuto, é irregular.

O Brasil de Pelotas perdeu seis pontos, em 2011, por ter escalado um jogador de forma irregular e foi rebaixado para a Série D. Acontece que, na última semana, uma decisão da Justiça gaúcha obrigou a CBF à recolocar o time na Terceira Divisão e consequentemente rebaixar o Santo André (quarto colocado no Grupo D, que ainda tinha Chapecoense, Joinville e Caxias).

Já no outro imbróglio, o Treze tenta roubar vaga do Rio Branco. O clube acreano se manteve na competição mesmo após ter acionado a Justiça Comum para atuar a fase final em 2011 no seu estádio. Os paraibanos usam este argumento para tentar salvar o ano, já que no Estadual deste primeiro semestre o clube sequer conseguiu se garantir no Campeonato Brasileiro da Série D.

eXTReMe Tracker