WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Marques (Boa)

Posts Tagged ‘Marques (Boa)’

Mesmo derrotado, Náutico sobe; e o Boa sonha

sábado, novembro 19th, 2011

Por Blog do Boa.

Apesar de ter sido derrotado pelo Boa Esporte, por 2 a 1, com um gol marcado pelo atacante Marques, aos 40 minutos do segundo tempo, neste sábado, no estádio Melão, em Varginha, o Náutico conseguiu seu objetivo e confirmou sua vaga na elite do futebol brasileiro em 2012. Dessa forma, na última rodada, quando receberá a Ponte Preta, em Recife, no final de semana que vem, o time pernambucano fará festa para comemorar o feito. A equipe de Campinas também se classificou com uma rodada de antecedência.

O time pernambucano levou o susto de tomar um gol no final da partida, quando tentava administrar o empate, mas foi beneficiado por resultados negativos de concorrentes diretos à uma vaga ao acesso e, dessa forma, garantiu a classificação para a disputa da Série A na temporada que vem. “Os resultados nos favoreceram, a gente tem todo o direito, fizemos ótimo jogo, numa infelicidade perdemos, mas está ótimo, é uma competição não é um jogo só, valeu a pena e o grupo todo está de parabénsd”, comentou o técnico Waldemar Lemos. “A nossa felicidade é muito grande e temos motivos para comemorar”, acrescentou.

Já o Boa Esporte, com o triunfo dramático, chegou aos 56 pontos, em sétimo lugar, mas manteve as chances matemáticas de conseguir o acesso logo na primeira vez que disputou a Série B. O representante mineiro, que antes do início do certame era apontado como um dos ‘candidatos’ ao rebaixamento, ainda sonha em pleitear vaga à Primeira Divisão na próxima temporada.

A vitória  marcou a despedida do Boa do torcedor de Varginha, o que o adotou após a mudança de sede e de nome. O ex-Ituiutaba fará sua última partida pela Série B de 2011 fora de casa contra o lanterna e rebaixado Duque de Caxias. Além de vencer essa partida, terá de contar com derrotas de Sport, Vitória e Bragantino, que enfrentarão, todos como visitantes, Vila Nova-GO, ASA e Paraná.

O Náutico, que havia caído para a Série B em 2009, quando terminou o Brasileirão em 19ª lugar, com apenas 38 pontos, volta à elite depois de ficar dois anos na Segunda Divisão nacional. Ano passado, já na Série B, o Náutico foi o 13º colocado. O técnico Waldemar Lemos conclamou a torcida a recepcionar os jogadores no aeroporto, no retorno à capital pernambucana. “Não é mole não, é muita luta para a gente chegar onde chegou, tivemos de superar muitas dificuldades”, destacou.

O primeiro tempo da partida foi bastante movimentado. O time da casa saiu à frente do placar, logo aos 15 minutos, com o atacante Valdo, substituto do artilheiro Jheimy, aproveitando cruzamento de Carlos Magno pela direita. Porém, o Náutico não desanimou e conseguiu o empate, sete minutos depois, por meio do atacante Kieza.

Apesar dos dois gols antes dos 30 primeiros minutos de partida, o confronto decisivo não perdeu em velocidade. O Náutico era melhor e partiu para cima, buscando a virada. Insatisfeito com o rendimento do Boa, o técnico Nedo Xavier resolveu mudar a equipe ainda na etapa inicial, Laércio entrou em lugar de Higo, deixando o time mineiro mais ofensivo.

Os dois times voltaram com as formações que encerraram o primeiro tempo. O Boa começou atacando mais, mas, aos poucos o Náutico conseguiu equilibrar as ações, reduzindo o ímpeto adversário e levando perigo ao gol defendido por Luiz Henrique. O time da casa ainda perdeu Carlos Magno, contundido, que foi substituído por Maranhão.

As duas equipes tiveram chances de desempatar, mas as desperdiçaram. O Boa atacava e o Náutico se posicionava para contra-atacar. A pressão do time da casa tornou-se mais intensa a partir dos 30 min. Aos 37min, Marques teve grande chance, mas finalizou errado. Três minutos depois, o mesmo atacante, aproveitou pase de Laércio, de cabeça, e desempatou o jogo.

Ponte Preta leva virada em casa e Boa segue na briga

sábado, novembro 12th, 2011

Por Blog do Boa.

A Ponte Preta desperdiçou a chance de garantir ainda nesta rodada o acesso à Série A e ainda deu brecha para os rivais se aproximarem. Atuando diante da torcida, o time paulista foi surpreendido pelo Boa Esporte, que venceu de virada por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, em Campinas, e manteve o sonho de chegar à elite do futebol brasileiro.

Com o tropeço em casa, a Ponte Preta permaneceu em terceiro lugar com 59 pontos e ficou em situação perigosa nesta reta final da competição, uma vez que o Bragantino e o Vitória, que jogam neste sábado, podem encostar no time paulista e esquentar a briga por vaga na primeira divisão. A equipe de Campinas completou quatro jogos sem vencer na Série B. Anteriormente, foram dois empates e uma derrota.
Caso derrotasse o Boa, a Ponte Preta poderia garantir o retorno à primeira divisão ainda nesta rodada. Para isso, o Bragantino teria de ser derrotado pelo Goiás em Bragança Paulista ou o Vitória não vencer o Criciúma em Salvador.

O Boa, que conquistou a segunda vitória seguida, subiu três posições na tabela e agora ocupa, ao menos temporariamente, o 7º lugar com 53 pontos. Com o triunfo fora de casa, o time mineiro ainda sonha com vaga no grupo de acesso à primeira divisão. Nas duas rodadas finais, enfrentará Náutico e Duque de Caxias.

No primeiro tempo da partida no Moisés Lucarelli, a Ponte Preta, mesmo jogando em casa, encontrou dificuldade para superar a forte marcação do adversário. O Boa optou por jogar mais recuado e se arriscar nos contra-ataques, e até conseguiu levar perigo ao time casa.
Quando o primeiro tempo se caminhava para terminar sem gols, a Ponte Preta abriu o placar aos 45min. Num vacilo de marcação da defesa do Boa, Bruno Nunes fez bola jogada e chutou forte da entrada da área, no canto esquerdo do goleiro.

No segundo tempo, a Ponte Preta voltou melhor e pressionou o adversário, mas não conseguiu ampliar. O Boa equilibrou a partida e chegou ao empate aos 23min. Maranhão cruzou rasteiro da direita e Marques tocou no canto esquerdo.

Aos 35min, o Boa aproveitou uma cobrança de escanteio para virar a partida, com gol de cabeça do zagueiro Carciano. A Ponte Preta pressionou no final da partida, mas não conseguiu evitar a decepção diante da torcida.

eXTReMe Tracker