WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY form_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_name VARCHAR(127) CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY field_value longtext CHARACTER SET utf8

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `field_order` INTEGER

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD COLUMN `file` LONGBLOB

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `submit_time_idx` ( `submit_time` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` MODIFY COLUMN submit_time DECIMAL(16,4) NOT NULL

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_idx` ( `form_name` )

WordPress database error: [Table 'futepoca1.sb_cf7dbplugin_submits' doesn't exist]
ALTER TABLE `sb_cf7dbplugin_submits` ADD INDEX `form_name_field_name_idx` ( `form_name`, `field_name` )

Náutico

Posts Tagged ‘Náutico’

Eduardo Ramos não é mais jogador do Náutico

sábado, abril 21st, 2012

Por Marcelo Araújo, do Nordestebol.

O meia Eduardo Ramos não faz mais parte do elenco do Clube Náutico Capibaribe. O presidente Paulo Wanderley confirmou na noite desta sexta-feira. A direção alvirubra e o pai do jogador, Carlos Antônio Martins chegaram a um acordo.

O atleta confirmou que recebeu uma proposta de outro clube e o Náutico não se opôs à sua saída.

Eduardo estava no Náutico desde 21 de dezembro de 2010.

Nos últimos jogos, vinha sendo muito cobrado pela torcida e não estava apresentando um bom futebol.

Super Esportes: Magrão se diz pronto para encarar um Náutico motivado e engasgado

sexta-feira, abril 20th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Super Esportes: Em situação distinta, Sport e Náutico se enfrentam de novo nas semifinais

segunda-feira, abril 16th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Pernambucano: Náutico e Alice no conto de fadas

sábado, março 31st, 2012

Por Juliano Valério, do Blog Vermelho e Branco

Como sempre as fases finais de um campeonato chegam ao fim e o fôlego do Náutico também.

Os gols vão sumindo, a defesa vai falhando, jogador se machuca, salário atrasa e por aí vai…

Sem contar no medo que causa aos jogadores uma camisa rubro-negra.

Ano passado foi assim e este ano parece que a semifinal está se repetindo.

Entretando, o treinador e a diretoria de nosso clube permanecem como Alice do conto de fadas, e acreditam piamente que os problemas existem por conta de arbitragem ou falta de entrosamento.

Nós, torcedores continuamos no nosso papel de aplaudir, apoiar… mas tem horas que devemos tocar no chão e se perguntar uma coisa muito importante:

- Vale a pena?

Com certeza vale. Deixa eu reformular.

- Eles vão novamente pipocar?

Na verdade (isso é uma opinião individual) eu nunca acreditei em título com este time. Ano passado me parecia mais nítida esta possibilidade. Nosso time era bom, jogávamos pra frente, com 3 atacantes quase sempre e as goleadas surgiam como àgua na fonte… hoje os resultados são positivos, mas desanimadores. Ano passado erámos líderes nesta época, hoje somo o 4º e faz 3 jogos que nem gols marcamos…

O barraco desabou?

Espero que não, mas existem vários motivos que me mostram que sim.

O Santa ultimamente não é uma grande pedra no caminho. Jogos duros, mas na maioria das vezes os resultados são favoráveis. Serve de parâmetro? Não sei.

Pra mim o maior obstáculo do Náutico é o Náutico.

Jogadores não rendem por fatores externos, treinador jura que não é culpa do grupo e diretoria finge que está tudo ótimo, mesmo com os bolsos vazios.

Alice é história de criança e de criança eu não tenho nada!

Pra mim, assim não ganhamos o estadual.

Que eu queime minha língua.

NÁUTICO ACIMA DE TUDO!

Super Esportes: Clássico dos Clássicos termina no 0 a 0 em jogo de poucas emoções nos Aflitos

segunda-feira, março 26th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Super Esportes: Após boa atuação, Renê adota discurso pés no chão

segunda-feira, março 26th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Super Esportes: Sport vai entrar com representação contra chefe de segurança do Náutico

segunda-feira, março 26th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Super Esportes: Mazola aceita resultado, mas se diz frustrado com o empate no clássico

segunda-feira, março 26th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


Torcedor do Náutico pergunta: somos grandes?

sábado, março 24th, 2012

Por Juliano Valério, do Blog Vermelho e Branco

E aí?

Pra quem  nunca parou pra pensar nisso, ou quem não admite ou acha que é desprezar pensar em algo que não seja “O Náutico é gigante”, dói. Maltrata saber que não é assim tão simples.

Posso de olhos fechados afirmar que em Pernambuco e até no Nordeste somos um time de ponta.

Mas no Brasil não. Nem a pau.

Todo mundo é dono na sua casa. Grita, manda, faz o que quer e ai de quem tentar impedir.

É tipo aquela música que Nando Cordel cantava…

“Eu conheço Severino, um cara irreverente, na rua ele é bonzinho, em casa ele é valente. Gentil com todo mundo, está sempre elegante, em casa qualquer coisa é todo ignorante…”

Pra mim um time grande não é só dentro de campo.

Pra mim time grande é aquele que sai de casa e se impõe. Que luta por título. Que planeja seu futuro e investe nele.

A meta do Internacional é arrecadar alguns milhões por ano em vendas de atletas. No final do ano, eles alcançam este objetivo.

A meta do Barcelona é fazer um time só com jogadores da base. Aguarde 2 ou 3 anos…

E o Náutico? Tem como meta criar jogadores da base, ok. Mas só colocar não adianta. Qual é o plano? Vender? Valorizar? Criar eternos reservas?

Não há planejamento.

As contas não saem e quando saem não batem. Não há regulações nem auditorias. Não há garimpo profissional de jovens. Os contratos são mal feitos (quando são) e quando aparece proposta é um Deus nos acuda por conta disso.

Como ser grande sem preparo?

Um clube guiado por pessoas com preparo que esquecem disso ao “pegar a Rosa e Silva”.

Isso leva à queda do futebol…

Aí vamos pro campo.

São 7 títulos em pelo menos 4 décadas. Muitas vezes com times espetaculares, mas sem estrutura nem salários para poder trabalhar em paz.

Quantas vezes nos anos 90 batemos na porta da primeirona e não fomos por salários atrasados? Várias.

Times com Erasmo, Bizú, Nivaldo, Baiano, Mauri, Canjerê, Cafezinho, Paulo Leme, Kuki, Robgol, Adriano Mister N, Batata, Lima, Jorge Mendonça e tantos outros que se irritavam com as diretorias e nos faziam sofrer?

Fomos grandes enquanto o futebol era diversão e emoção. A partir do momento que iniciou-se uma visão mais profissional do esporte, ficamos pra trás e só não viramos um Juventus-SP ou um Bangu por que temos torcida e fiel.

Pra mim hoje o Náutico é um time Médio e dentro da escala dos médios, somos médios.

Assim como o ranking mostra. Somos o 21º. Muito pouco pra uma torcida tão fiel.

NÁUTICO ACIMA DE TUDO

Super Esportes: Sport enfrenta o Náutico com a missão de quebrar um tabu de quatro anos

segunda-feira, março 19th, 2012

Via: MeuSport Novidades
Leia a íntegra


eXTReMe Tracker